RESENHA: Marley e eu - John Grogan

A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo.

Não há quem me diga que leu ou até mesmo assistiu o filme 'Marley e eu' sem derramar umas lágrimas, ou até mesmo se comover com a história.

Todos sabem que o livro é baseado em fatos reais, demonstrando que existem pessoas capazes de amar mesmo o 'pior cão do mundo'. Você reclama que seu cachorro faz bagunça demais? come demais? Dorme demais? late demais?. Bom, acho que está na hora de você rever seus princípios e quem sabe ler o livro :P rs'

John Grogan acabou de se casar, e sua esposa esta sentindo uma grande necessidade de ser mãe, e pra tentar 'testar' seus dons maternos antes de uma gravidez, seu marido tem a brilhante ideia de criar um cachorrinho, eles procuram por anúncios, quando acham uma criadora de labradores, chegando lá se deparam com um filhote aparentemente normal. 
A criadora de labradores prontamente oferece uma 'liquidação' para que eles levam o cachorro. Feito o negócio eles levam Marley (Nome dado em homenagem ao cantor Bob Marley) para casa, passado alguns dias, eles percebem que Marley não é um cãozinho como os outros, ele era extremamente desobediente, destruidor, medroso, babão... Enfim! 'O pior cão do mundo'. Porém Marley era companheiro e amigo para todas as horas.

O que mais me chamou atenção no livro foi o fato de John nunca ter abandonado Marley, um tapa na cara da sociedade, pois hoje em dias os cães são tratados como brinquedos, enjoou de brincar, joga fora! Coisa que muito me deixa revoltada. (Não vem ao caso, rs)

O livro é bem contraditório, no sentido de hora você esta dando mil gargalhadas com as travessuras do Marley, e hora você esta extremamente emocionado com toda essa linda história de amor. Sim amor, um amor sem medidas pelo seu cão. 
Dai eu me pergunto, até onde vai o seu amor pelos animais? John nos mostra nesse livro que o amor pelos nossos queridíssimos animais, vai além das nossas expectativas.

Marley viveu 13 anos, 13 anos de alegrias e sofrimentos, sempre ao lado de seus queridos e amados donos, compartilhando lagrimas e sorrisos.

Confesso que chorei bastante com o final do livro e do filme, não sei se sou uma grande idiota, ou se tenho um amor incontrolável pelos animais, rs. Talvez ambos?!


''Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas caras. Símbolos de status não significam nada para ele. 
Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. 
Um cão não julga os outros por sua cor, religião ou classe social, mas por quem são por dentro. 
Um cão não se importa se você é rico ou pobre, esperto ou não, inteligente ou burro. 
Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele.''

Ou seja, os cães são muito mais dignos que nos os humanos! Que diga-se de passagem somos considerados os serem mais inteligentes da terra, vê se pode!

Se você gosta de animais, com certeza vai amar esse livro. Ele é lindo demais, super indico *-*



Gostou? Quer ler o livro? Que tal baixa-lo clicando aqui.
Ou então, quer comprar? Pesquise por preços aqui.

3 comentários:

  1. Adoro a narrativa de Marley e Eu [refiro-me ao filme] ainda vou ler o livro *---*. Valeu a dica =*

    ResponderExcluir
  2. Tens que ler o livro, muito bom *-*

    ResponderExcluir
  3. Nunca li, mas assisti ao filme e CHOREI LITROS!
    Quero ler, mas não está no topo topo dos que pretendo comprar e ler num futuro próximo (também, tenho mais de 1000 desejados no skoob, fica difícil, né? hahah)

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO