Tutorial: Botões de Compartilhamento nos Posts


Olá meus amores, como estão?
Vamos a mais um tutorial? Dessa vez ensinarei da forma mais simples possível como colocar botões de compartilhamento em várias redes sociais em seus posts, vamos ver como é simples?

Vamos começar. Lembrando que você deve fazer um backup do seu template antes de começar a modificar o html, apenas por precaução.

Depois de salvar o seu template, abra o painel de controle do seu blog e clique em Layout, Postagens do blog e clique em Editar. Procure por Mostrar botões de compartilhamento e selecione a caixa. Agora certifique-se de que uma barra de ferramentes que nem a imagem abaixo apareceu:


Apareceu? Se apareceu não há necessidade de editar o HTML, caso contrário faça as modificações abaixo.

Vá em Modelo, Editar HTML, marque a caixa Expandir Modelos de Widgets, após isso clique em Ctrl+f e procure pelo código:
<div class='post-header-line-1'>
Se tiver mais de um código igual a esse, lembre-se que o certo é o segundo que aparecer, o mesmo deve estar antes do seguinte código: <div class='post-body entry-content'>

Substitua-o pelo código abaixo:
<div class='post-header'>
<div class='post-header-line-1'><div class='post-share-buttons'>
<b:include data='post' name='shareButtons'/>
</div> </div>
</div>
Visualize, se tudo estiver ok, salve e pronto *-*
Espero ter ajudado.
Tutorial aprendido em http://www.noticiaeblog.com

Promoção: Leia mais Romance de Banca

Olá gente, tudo bom? Voltei com mais promoções \o/
Como estou lendo bastante romance de banca, fiquei com vontade de dividir com vocês.



 Os prêmios serão:

3 Romances de Banca variados (Por isso não dei os nomes)
Um Kit de Brindes (Entre eles botons, ecobags, adesivos, chaveiros, marcadores, livretos e etc).
Para um único ganhador.
                                                   

E para participar é só seguir as regras:

- Seguir o blog publicamente via google Friend Connect.
- Compartilhar o Banner no facebook (Link do Banner aqui )
- Residir no Brasil.
- Preencher o formulário Rafflecopter abaixo.
- O prêmio será enviado ao ganhador em até 30 dias

O sorteio será realizado dia 10/02/2013.
Boa sorte a todos.



a Rafflecopter giveaway

Citações de Quinta #6


"Ai, como ele parecia inocente, como aquilo vinha do seu coração, antiquíssimo e infantil, um coração tão forte em termos sobrenaturais que haviam sidos necessárias centenas de anos para que ele se tornasse seguro para bater na companhia de corações mortais."
- As Crônicas Vampirescas 

"Como a maioria dos sofrimentos, esse começou com uma aparente felicidade."
- A menina que roubava livros

"O destino pode ser cruel, como sua cartomante disse. O amanhã pode não existir, como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar, como os cientistas preveem. Mas nada vai ter força para apagar o meu sentimento. Você pode ir para longe, se esconder, sumir. Mas eu vou continuar te amando. Para sempre."
- Fazendo meu filme 4

“Meus pesadelos normalmente têm a ver com perder você.”
- Em Chamas, Jogos Vorazes

"As lágrimas são uma coisa curiosa, pois, assim como os terremotos e os camelôs, podem surgir em qualquer momento, sem nenhum aviso e sem um bom motivo."
- Desventuras em Série, Lago das Sanguessugas

“Fico tão confusa pela quantidade de coisas que tenho de considerar que não sei se choro, ou se rio, depende do meu humor. Depois durmo com a sensação estranha de que quero ser diferente do que sou, ou de que sou diferente do que quero ser, ou talvez de me comportar diferente do que sou ou do que quero ser.”
- O Diário de Anne Frank

Tutorial: Como adicionar o Gadget "Poderá também gostar de" no seu blog.


Olá lindinhos, como vocês estão?
Voltei com mais um tutorial, bom pediram que eu ensinasse várias coisas pelo meu face e eu fiquei tão feliz em saber que de alguma forma estou podendo ajuda-los *-*
Mas, o tutorial de hoje é como adicionar um gadget bem prático, aos poucos vou ensinando várias coisas pra vocês. Ah, quem tiver curiosidade em ver todos os tutorias, pode clicar na barra de pesquisas e escrever "tutoriais" ou pode também clicar na aba aqui acima, lá vocês verão a lista com os que eu já fiz.

Vamos começar. Lembrando que você deve fazer um backup do seu template antes de começar a modificar o html, apenas por precaução.

Depois de salvar o seu template, entre nesse site http://www.linkwithin.com e preencha a caixa que aparece ao lado, com seu e-mail, endereço do seu blog, e na "Platform" clique em "others" caso contrário, não funcionará.

Na opção "Width" escolha quantas caixas você quer que apareça, com no máximo 5, por exemplo:


Se o seu blog tiver um fundo mais escuro, você precisa selecionar a caixa My blog has light text on a dark background. Agora basta clicar em Get Widget. Vai abrir uma nova página com um código. 
Após isso você vai precisar abrir o seu painel de controle do blog, e clicar em Modelo e depois em Editar HTML, depois marque a opção Expandir modelos de widget. Clique em Ctrl+F e procure por:
<div class=’post-footer’>
Antes desse código cole o código obtido no site Linkwithin. Visualize, se estiver tudo certo, salve.

E voilá, está feito!
Espero ter ajudado.



Resenha: Os Filhos do Tempo - Chaiene Barboza


Titulo: Os filhos do Tempo
Autor: Chaiene Barboza
Páginas: 133
Nota: 4/5


Esta é a história de um estudante chamado Nicolas, que adorava olhar as estrelas e pensar na grandiosidade do universo. Ele é perseguido por seres de outro mundo que querem levá-lo do planeta Terra. O rapaz conhece uma linda mulher por quem se apaixonará e viverá um romance e uma aventura, porém jamais poderia imaginar que ela veio de um lugar tão longe, para revelar segredos que mudariam sua maneira de ver o mundo. Nícolas precisará ajudar uma menina de outro mundo com um poder que só ele possui, mas não conhece. Através do amor e do conhecimento científico, terá de encontrar uma maneira de salva-la. Com a ajuda de vários amigos, ele poderá entender com os olhos do futuro, quem serão os Filhos do Tempo. O autor também fala de uma teoria sobre o futuro do homem e da importância de se preservar o ecossistema terrestre.


Um ótimo livro para refletir sobre fatos e histórias, abordando várias perguntas que nos rodeiam diariamente, como: Como será o ser humano daqui a séculos.

O passado e o futuro interligados de forma fascinante, a única coisa que me assustou um pouco no começo foi à forma como a história desenvolve, rápido demais, mas logo você acostuma e passa a entender todos os detalhes. São várias informações fascinantes que nos fazem querer ler mais, para saber mais.

Nicolas, o personagem principal é um menino que adora astronomia (Coincidência?) ele gostaria de se especializa em cosmologia para desvendar todos os mistérios, a origem, evolução e estrutura do universo. Acharam fascinante? Então precisam ler mais.

Zara é uma ruiva com uma beleza de outro mundo e ao se conhecerem ambos acabam se apaixonando, Nicolas acaba descobrindo que Zara não é do nosso planeta, ela veio de um planeta chamado “Vida”. No decorrer do livro, Zara explica a Nicolas o porquê de ela ter aparecido na sua vida. Pois o mesmo tem a solução para um grande problema envolvendo outro planeta. Obvio que no começo Nicolas ficou assustado com todas essas informações, mas logo ele vai conseguindo respostas.

Quando estamos lendo surgem várias duvidas: Esses seres extra-terrestres existem mesmo? O que eles querem? O que fazem? O que querem conosco? São várias perguntas, e a cada página ficamos mais sedentos por respostas. O autor tem uma teoria tão maravilhosa sobre o futuro dos humanos. Cada página é uma informação diferente, uma mais fascinante que a outra.

Como falei, a leitura é um pouco corrida, mas isso não nos impede de nos apaixonarmos pela trama e ficarmos envolvidos a ponto de não conseguir parar de ler, e como o livro é fino, conseguimos ler bem rápido. São tantas aventuras e segredos para serem desvendados que fico pensando como coube em 133 páginas, acho que o livro deveria ter sido explorado de uma forma mais abundante, pois potencial não faltou.

A capa é belíssima, uma boa diagramação e com lindas ilustrações, tudo isso seguido de uma boa trama rendeu a Os Filhos do Tempo 4 estrelinhas.

Em si, é uma ótima história. E sem dúvida deve ser lido. Indico.

Gostou da resenha? Gostaria de adquirir o livro? Acesse este link: http://modoeditora.com.br/loja/os-filhos-do-tempo

Resenha: Quanto ela se foi - Harlan Coben



Titulo: Quando ela se foi
Autor: Harlan Coben
Nota: 4/5

Dez anos atrás, Myron Bolitar e Terese Collins fugiram juntos para uma ilha. Durante três semanas, eles se entregaram um ao outro sem pensar no amanhã.
Depois disso, eles se reencontraram apenas uma vez, quando Terese ajudou Myron a salvar seu filho. E ela foi embora, sem deixar vestígios.Agora, no meio da madrugada, ela telefona: “Venha para Paris”.
Terese pede a ajuda de Myron para localizar o ex-marido, Rick Collins, que telefonara depois de anos implorando que ela o encontrasse em Paris. Eles logo descobrem que Rick foi assassinado e que Terese é a principal suspeita do crime.
Mas algo ainda mais atordoante é revelado: perto do corpo havia longos fios de cabelo louros e uma mancha de sangue que o exame de DNA revelou pertencer à filha do casal. Só que sua única filha morrera em um acidente de carro muitos anos antes.
Logo Myron se vê perseguido nas ruas de Paris e de Londres. As agências de segurança de quatro países parecem querer as mesmas informações de que ele precisa para desvendar a morte de Rick e o destino da filha que Terese pensava ter perdido para sempre.

Um dos autores mais premiados e lidos no mundo, Harlan Coben traz uma nova história com o carismático Myron Bolitar em uma busca frenética por três continentes.
Em uma busca desesperada, Coben cria um mundo de armadilhas imprevisíveis em que conflitos religiosos, política internacional e pesquisas genéticas se mesclam a amizade, perdão e a chance de um novo começo.


Bom, adoro a escrita do Harlan Coben, a forma como ele nos envolve na trama é fascinante, porém esse livro não foi exatamente um exemplo de perfeição, se é que assim posso dizer, as idéias continuam seguindo a mesma linha estilo Coben, mas a história em si é completamente ficcionista fugindo um pouco do estilo.

O Livro reúne romance, suspense, algumas partes divertidas, mistérios, tornando o livro como todos os outros, envolvente, onde fica difícil parar de ler.

Myron Bolitar é o personagem principal, a história é contada em 1° pessoa. Após receber um telefonema de Terese Collins, Bolitar se envolve em um mistério, junto com seu melhor amigo, Win, buscam desvenda-lo. Win é meu personagem favorito, rico e engraçado. Bolitar é um ex-jogador de basquete que acidentemente lesionou o joelho.

O foco do livro é o assassinato de Rick Colins, ex marido da Terese (A que ligou para Myron). Terese e Myron descobrem perto do corpo de Colins cabelos louros e uma mancha de sangue, só que este sangue é da filha de Colins. Mas o mais fascinante é que Colins teve apenas uma filha com Terese, Mirian. Mas Mirian morreu aos sete anos em um acidente de carro.

O livro tem uma história bem complexa, vários elementos se interligam, fique ligado para não deixar passar nada. Contudo, Myron e Win, conseguem deixar o livro gostoso de ler, e ficamos com aquele gostinho de quero mais, dos personagens.

Indico para aqueles que adoram um romance policial, e para os fãs do Harlan. Certeza que vão adorar.

Promoção de Aniversário



Olá gente, tudo bom?
Mês de dezembro é aniversário aqui do blog, e estamos comemorando um aninho \o/
E adivinha quem vai ganhar? Você, é claro.





E os prêmios serão:

Um exemplar do livro O Ladrão de Raios - Rick Riordan
Um exemplar do livro O Mar de Monstros - Rick Riordan
Um exemplar do livro A Maldição do Titã - Rick Riordan
Um exemplar do livro A Batalha do Labirinto - Rick Riordan
Um exemplar do livro O Último Olimpiano - Rick Riordan
Um Kit de Mimos (Entre eles, botons, ecobags, adesivos, chaveiros, marcadores, livretos e etc).


Para um só feliz ganhador!

E para participar é só seguir as regras:

- Seguir o blog publicamente via google Friend Connect.
- Compartilhar o Banner no facebook (Link do Banner aqui)
- Residir no Brasil.
- Preencher o formulário Rafflecopter abaixo.
- O prêmio será enviado ao ganhador em até 30 dias

O sorteio será realizado dia 31/01/2013.
Boa sorte a todos.


a Rafflecopter giveaway

Feliz Natal *-*



Olá meus lindos leitores.
Não pensem que eu esqueci de passar aqui nessa data tão especial para desejar MUITAS coisas boas.
É com muita honra que venho aqui deseja-los mais um lindo Natal.
Que o papai do céu possa entrar em suas casas com muitas bençãos e muitas coisas boas.
Que nossos sonhos se tornem reais, e que nós nunca deixemos de acreditar que tudo é possível.
Desejo a você um Natal abençoado, lindo e com muito amor.
Espero poder estar com vocês ano que vem para continuarmos espalhando esse amor pelos livros.
Que este dia possa nos trazer momentos de fé e esperança.
 Que a paz possa reinar eternamente em nossos corações deixando que a alegria se manisfeste em todos os momentos de nossas vidas.
Enfim, tudo de bom a todos, não só hoje, sempre.
Aproveito para agradecer a todos que fizeram com que o Paixão Literária se tornasse possível. A todos que comentaram, que curtiram, que leram um livro que indiquei, a todos que inspirei e influenciei.
Apenas obrigada a todos!





Tutorial: Como colocar o "responder comentário" no blog


Boa noite queridos, como vocês estão?
Faz tempo que não trago tutoriais pra vocês. E uma amiga minha estava em dúvida de como adicionar o "responder comentário" ao seu blog, muitos templates não tem, e temos que mexer no html para adicionar, mas não pensem que é um bicho de sete cabeças, pelo contrário, é bem fácil. Vamos tentar?

Lembrando que você deve fazer um backup do seu template antes de começar a modificar o html, apenas por precaução.
Antes de mais nada vocês precisam ir em "Layout/Design" depois em "Editar HTML" e marque a opção "Expandir Modelos de Widgets"

Clique em ctrl+f ou em f3 e na barra de pesquisas digite: <data:commentPostedByMsg/>
Pode ser que no seu template o código acima não funcione, caso aconteça, tente procurar por: <data:comment.author/> ou <dd class='comment-footer'>

Abaixo do código acima insira o seguinte código:
<span class='comment-reply'><a expr:href='&quot;https://www.blogger.com/comment.g?blogID=INSIRA O ID DO SEU BLOG&amp;postID=&quot; + data:post.id + &quot;&amp;isPopup=true&amp;postBody=%40%3C%61%20%68%72%65%66%3D%22%23&quot; + data:comment.anchorName + &quot;%22%3E&quot; + data:comment.author + &quot;%3C%2F%61%3E#form&quot;' onclick='javascript:window.open(this.href, &quot;bloggerPopup&quot;, &quot;toolbar=0,location=0,statusbar=1,menubar=0,scrollbars=yes,width=400,height=450&quot;); return false;'>[Responder comentário]</a></span><br/>

Agora basta você colocar o ID do seu blog no local indicado, mas como saber o ID do meu blog Kéziah?
É fácil, basta você fazer seu login normalmente, e olhar na sua barra de endereços (Lá onde você coloca os links) e o seu ID é aquele monte de números que fica ao lado do blogID. Simples né?
Abaixo uma imagem para mais detalhes.



Espero que todos tenham entendido! 
Qualquer dúvida deixem nos comentários.
Esse foi mais um tutorial que eu aprendi no site dicasparablogs.com.
Aguardem os próximos! 

Resenha Medo de Amar - Marcelo Cezar


Título: Medo de amar 
Autor: Marcelo Cezar, pelo espírito Marco Aurélio
Número de páginas: 368
Notas: 4/5

Todos nós estamos à procura da felicidade e da realização dos anseios de nossa alma. Queremos a paz, o amor e o sucesso. Mas muitos de nós ainda não compreendem que tudo isso depende do modo como investimos o nosso poder de crer no bem. Pensamos ilusoriamente que o mal tem força, sem notar que somos nós que estamos dando força a ele. A título de defesa contra as maldades dos outros, enveredamos pelos caminhos da frieza, da agressividade, da condenação, da crítica e do desamor, terminando solitários e carentes de humanidade. Fechamos as portas de nosso espírito e perdemos a luz da vida que nos anima. A carência é filha do nosso egoísmo e buscamos erradamente saciá-la nos entregando à conquista das coisas materiais. Queremos a riqueza, o luxo e o poder, na ilusão de nos sentirmos preenchidos, mas o resultado sempre é desastroso, pois a posse das coisas externas não substitui o amor reprimido. Dar poder só ao bem é o único modo de conseguir vencer o egoísmo e realizar os objetivos amorosos de nossa alma, vencendo finalmente o Medo de Amar.

Ao começar esta leitura pude perceber que as personalidades dos personagens que o Marcelo cria são bem parecidas. Fiquei com medo de isso atrapalhar o andamento da leitura, mas me enganei.
A história é envolvente, um tanto quanto clichê, envolvendo a menina pobre e ambiciosa que almeja riqueza, o cara babaca que será seduzido pela beleza da garota, a irmã boazinha e ingênua. Enfim, diversos personagens que já estamos acostumados a lidar, com um diferencial: O Espiritismo.

Estamos envolvidos em um mundo invisível e todas as nossas ações vão servir em outro plano. Uma das coisas mais legais que aprendemos com o livro é que nossas escolhas vão sempre interferir no nosso futuro, tanto na terra quanto no plano espiritual.
Maria Lúcia é a personagem egoísta e ambiciosa, a mensagem que o livro passa é que apesar de querermos saciar nossos desejos não podemos passar por cima de outros, pois os resultados serão sempre desastrosos e tristes.
Um ponto negativo foi o começo, pois ele tem capitulo desnecessário que entregou boa parte da história. Uma cena talvez mal colocada, na hora errada, digamos assim.
Marcelo Cezar tem uma escrita mirabolante que nos instiga a ler, a querer e desejar mais.

É realmente um ótimo livro que eu indico para aqueles que têm uma mente aberta, aqueles que acreditam no espiritismo.Talvez não seja uma boa pedida para os céticos de plantão, pois não encarariam o espiritismo com tanta naturalidade.


Bom gente, agora queria falar uma coisa para vocês. Primeiramente quero pedir desculpas pelo meu sumiço aqui no blog. Estava com uns problemas na internet, de saúde, enfim, muitas coisas que me obrigaram a criar esse hiatus aqui no PL. Mas se Deus quiser voltarei a ativa, aos poucos.
Obrigada a todos que ainda acompanham o blog.

Resultado do Sorteio do livro 72 Horas para Morrer.


Olá gente, tudo bom?
Peço primeiramente desculpas pelo sumiço, falta de tempo.
Bom, o resultado era pra ter saído a uns dias, mas enfim. Cá estou eu, vamos conhecer a sortuda?



a Rafflecopter giveaway


PARABÉNS RACHEEL CHEFEE.

Aguardem, breve promoção de aniversário do blog.

Beijocas!

Resenha: Almas Seladas - Marcelo Pontes



Autor: Marcelo Pontes
Editora: Modo
Páginas: 225
Nota: 5/5


No ano de 1992, no dia 29 de fevereiro, duas crianças predestinadas nascem: Layla e Victor. Layla passa por todo tipo de sofrimento, pessoas queridas, morrem em acidentes bizarros, e a cada morte, uma nova cicatriz aparece em seu corpo. Victor ao contrário, tem uma vida perfeita, um garoto que nasceu incapaz de sofrer. Victor e Layla se encontram e se apaixonam, um amor sem limites. O romance tinha um destino certo, à felicidade, mas eles não sabiam que eram peças de um complexo jogo entre o bem e o mal chamado: Algoritmos Sagrados.



Quando eu terminei de ler este livro, fiquei em transe por alguns minutos, tentando digerir o que havia lido, o livro é completamente envolvente, impactante, cada detalhe nele compõe uma história perfeita, envolta de personagens marcantes, com personalidades fortes e distintas. A história é toda interligada, fazendo você viajar em todo o universo que o Marcelo criou. 

Cada capítulo é uma emoção, sempre melhorando, você fica em um desespero total para acabar o capitulo e chegar o próximo com mais, você anseia por mais, você quer sempre mais. 

Este livro conta a história da Layla e do Victor, a Layla é uma garota um tanto quanto bizarra, ela expressa seu sofrimento com a sua aparência, usando roupas pretas, um look bem gótico (Que eu acho lindo rs), porém ela não é feliz, perdeu os pais, a avó é uma maluca, e ela é uma garota sem muito apoio familiar, já o Victor é o típico garoto perfeito, que tem a vida perfeita, a família perfeita, dinheiro, mulheres, amigo, é rodeado de mimos e tudo mais, porém em uma coisa eles se parecem, ambos não são felizes, Victor quer encontrar alguém especial, ele está cansado da vida de festas e mulheres fáceis, ele quer um amor de verdade, alguém para se envolver de verdade, e ele só encontra isso com a Layla. Ou seja, eles são verdadeiras “almas gêmeas” que estavam predestinados um ao outro. 

O livro nós traz vários gêneros literários se é que assim posso dizer. Uma hora você lê e acha que é um romance, outra hora um suspense, enfim. O Marcelo conseguiu unir tudo em um único livro e o resultado foi fabuloso. O autor escreve de uma forma com que tudo se encaixe com que tudo fique perfeito da sua maneira. 

O destino do Victor e da Layla era certo, ambos encontrariam a felicidade juntos, porém eles dois são peças chaves de um jogo que envolve o bem e o mal. Ambos estão envoltos em uma profecia.

O Final do livro é completamente inesperado, confesso que fiquei em palavras, quando eu li a última frase, que é uma frase que eu realmente gostaria que todos vocês lessem, porque foi uma frase que causou certo desespero, quando você acha que tudo está “bem” essa frase vem e “puft” te dá um choque. Fiquei desesperada procurando mais, fiquei passando as páginas freneticamente em busca de mais, qualquer coisa que me contasse mais sobre aquela bendita frase, qualquer palavra, eu queria mais palavras, mais história, eu só queria mais. E o mais legal, depois dessa frase tão impactante, ao mudar de página você dá de cara com uma ilustração que remete completamente ao final do livro, perfeito! Adoro esse jogo com imagens. 

A matemática aqui nesse livro é abordada de maneira muito diferente, eu nunca acreditei que um dia pudesse entender e gostar dela. O Marcelo escreve de uma forma que faz você ama-la, durante as 225 páginas do livro, a matemática será sua melhor amiga, depois que acabar o livro, você volta a odiá-la. Contas, cálculos, todos escritos de uma forma clara. 

As personalidades são fortes, mesmo os secundários, cada um tem sua forma de agir de uma forma muito marcante, eles são totalmente diferentes, por exemplo, o Carlão amigo de Victor é uma comédia, ele fala de maneira totalmente informal, com gírias, e isso é uma pegada muito legal, cada um com sua forma de falar, afinal não somos todos iguais. 

Ainda falando do Carlão, ele é um personagem muito safado, o típico playboy metido a marrento, ele é um dos personagens mais engraçados, os diálogos são ótimos. Temos também uma outra personagem bem diferente, a Carol é uma garota que a Layla conhece em seu primeiro dia de aula, só que essa garota começa a ficar atrás dela meio que implorando por amizade, depois de dois minutos de conversa a Carol já a considera sua melhor amiga, ou seja, no minimo a garota é maluca, ou carente demais. 

Tem umas mortes durante o livro, muito sinistras e inesperadas, no começo conhecemos como ocorreu os nascimentos da Layla e do Victor, eu achei isso muito interessante, pois passamos a conhecer os dois desde o seu nascimento. Outro ponto que me surpreendeu muito, foi a forma como Marcelo descreve o amor dos dois, de uma maneira suave e sensível  é muito legal ler obras onde os homens também se guiam pelo romantismo.

O livro é repleto de passagens legais, uma delas foi algo bem interessante que tem tudo a ver com a história: “Algumas culturas acreditam que quando uma criança nasce sem choro é porque haverá prosperidade em sua vida e que ela será incapaz de sofrer”. Quando vocês lerem o livro, vão entender essa frase.

Estou em desespero total, preciso ler a continuação.

Divulgando Sorteios



Olá queridos, tudo bom?

A Parceira aqui do blog Ligia Miraglia está fazendo uma MEGA promoção na sua fan page, que tal vocês participarem?

Clique aqui para ser redirecionado a promoção.


Está bem fácil de ganhar, aproveitem!
Beijos e boa sorte a todos.

Resenha: Cinquenta Tons de Cinza - E L James



Um Adendo: Essa resenha foi escrita pela colunista do blog... Maria Avila.

Livro: Cinquenta Tons de Cinza
Autora: E L James
Páginas: 480
Pontuação: 3/5
Editora: Intrínseca
Ano de Lançamento: 2011

  Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.



E eu estou aqui com mais uma resenha, dessa vez vou falar sobre um livro que tem gerado polemica e muita discussão entre as pessoas. Irei apresentar minha opinião e conceituar algumas coisas. Irei falar também, sobre a maioria das coisas que ouço falar a respeito da obra. 

Só para deixar claro, está é uma “resenha” referente ao primeiro livro da trilogia. 

Vamos começar? 

Se alguém ainda não sabia, então vou deixar claro, Cinquenta Tons de Cinza era uma fanfic (ficção feita por fãs) de Crepúsculo, seu nome original era Master Of The Universe e era narrado por Bella Swan. Até aí tudo bem, vamos chegar na parte do que as pessoas dizem sobre o livro: 

· Cinquenta Tons de Cinza é um plágio de Crepúsculo – Bom, como eu disse acima, antes de se tornar este livro de sucesso mundial, a obra era uma fanfic e em muitos casos, as autoras se baseiam em algumas cenas dos livros para escrever suas histórias (até eu faço isso em alguns momentos), então é obvio que haverá semelhanças sim. Para aquelas fãs de Crepúsculo que devoraram os livros e gravaram a maioria das falas, vocês poderão encontrar uma parte ou outra parecida, mas é aí que semelhança termina. A história logo se distancia do conteúdo da Saga e podemos entender melhor a situação dos personagens; E. L. James escreveu sua obra da forma que lhe convinha e se fosse um plágio tão descarado, eu presumo que a própria Stephenie Meyer iria processá-la por isso. 

· Cinquenta Tons de Cinza não passa de pornografia barata. – Isso não passa de sensacionalismo barato de pessoas que possuem a mente fechada e sequer leram a obra completa antes de iniciar os comentários. Cinquenta Tons tem cenas de sexo? Tem! Cenas detalhadas e um tanto gráficas, mas eu posso garantir que há muitas garotas de 16 anos que escrevem cenas de sexo bem mais fortes do que as escritas por E. L. James. No livro, o sexo é essencial para iniciar o relacionamento entre Christian e Anastasia, já que inicialmente ele só se interessa por ela para esses fins. Mas não é sobre isso que se trata a história. 

· Cinquenta Tons de Cinza faz apologia à violência doméstica. – Sejamos francos, qual é a mulher que lá no fundo, bem no fundo de seu ser nunca pensou sequer uma vez em fazer alguma sacanagem na cama? Em falar alguma coisa, tentar algo diferente e até levar uns tapinhas na bunda? Se as pessoas apenas admitissem isso, tenho certeza que Cinquenta Tons não teria todo esse alvoroço em decorrência disso. O que o casal tem é algo consensual e que Anastasia admite em muitos momentos gostar. Ele pegou pesado com ela? Vou ser sincera, ele pegou sim, uma única vez e de certa forma a responsável por isso foi a própria Anastasia que não soube se comunicar com ele. Além do mais, é um livro que tem certa dose de BDSM, não diria que é muita coisa pois para mim a autora apenas deu uma leve base para a história. Então não podemos esperar que tudo sejam flores e corações. 

· Christian Grey se aproveita da inocência dela. – Tudo bem, Anastasia Steele tem 21 anos e ainda é virgem, e até onde se sabe, não beijou muitas pessoas na sua vida. Hoje em dia isso é raro? É, porém não é impossível de acontecer. Existem muitas mulheres no nosso mundo atual, que por motivos pessoais ainda continuam nesse status e não cabe a ninguém julgá-las, muito pelo contrário, isso é uma opção delas e algumas pessoas até acham algo bom. Então essa base de que ele se aproveita dela vem de onde? Ela é virgem e ele tira a virgindade dela. Nossa, nenhum homem nunca tirou a virgindade de uma mulher, não é? Deixando a hipocrisia de lado, vamos para a parte em que ele inicia ela nesse “universo” BDSM, volto a insistir: Anastasia tem 21 anos, é maior de idade, e se mostra bastante inteligente na maioria das vezes, ele deixa tudo claro para ela e até está disposto em mudar algumas coisas apenas para satisfazê-la, se isso é se aproveitar, que alguém se aproveite de mim por favor! 

E para os “cultos” de plantão que irão querer analisar estruturas linguísticas, contextos, panoramas e repetição de vocabulário, quero lembrar que este é um romance contemporâneo baseado em um romance sobrenatural sem qualquer intenção didática e que esta obra não é nenhum super clássico da literatura, então basta deixar o preconceito de lado e ler sem medo. Porque é um livro excelente para passar o tempo e se entreter (e eu não estou sendo ambígua aqui, seus pervertidos!). 

Agora depois de todos esses argumentos eu irei dizer o que realmente achei da leitura como um todo, deixando meu fanatismo de lado: 

Cinquenta Tons de Cinza é um livro médio. É um livro médio porque a autora escreve de um modo quase infantil as vezes, a personagem me irrita (o que não é novidade, já que eu tenho o costume de me irritar com todas as protagonistas), e suas escolhas de metáforas são um tanto quanto...exóticas. Como todo livro de romance, ele é bem detalhista, deixando a leitura um pouco entediante no inicio. Não achei as cenas de sexo tão fortes e exageradas quanto as pessoas falam e sobre o conteúdo BDSM, há livros muito piores que ele. Acho que a E. L. James deu uma leve pesquisada sobre o que É BDSM e então tentou encaixar em algumas nuances da história. Para quem quer “entrar” nesse universo, Cinquenta Tons de Cinza é uma boa forma de começar, para quem já conhece bastante, sabe que nesse quesito ele é fraco. Christian é um personagem que me cativou, eu acompanhei durante os três livros a sua evolução e tive que bater palmas para a autora no final. Ele é bem escrito, e está imerso em sua profunda autoaversão e imagem errada de si mesmo. É um homem inteligente, lindo, rico mas que parece desconhecer coisas simples como a felicidade e não consegue sentir empatia pelos outros. 

Se você aguentar ler o livro no começo, você irá perceber que para a metade a história começa a se tornar interessante, coerente e inclusive que começa a lhe prender, eu achei bastante interessante a autora ter usado o sistema de troca de e-mails entre os personagens, posso garantir que é a parte mais divertida da história. Não tem como deixar de rir com as conversas regadas de sarcasmo, ironias e duplo sentido. 

Cinquenta Tons de Cinza foi uma espécie de apresentação para a trilogia, a partir do segundo livro é que a história começa a fluir e temos os novos embates e conflitos dos personagens. 

E para todos que falaram que a única coisa que o livro tinha a oferecer é o conteúdo de sexo, eu tenho que negar. Cinquenta Tons de Cinza trata-se de uma história de autodescoberta, faz você refletir sobre como o passado deve influenciar na sua vida, e acima de tudo, no poder de cura do amor.


By: Maria Avila

Entrevista com a autora Cacá Adriane




Primeiramente quero agradecer a Cacá pela oportunidade que ela está nos proporcionando de conhecer mais sobre sua maravilhosa obra.

1°) Fale um pouco sobre você.
Meu nome é Carla Adriane Arzua, mas prefiro que me chamem pelo meu apelido de infância e pseudônimo Cacá Adriane, tenho 24 anos, treino boxe e dou aulas de dança do ventre gratuitas.
Moro em Curitiba – PR com a minha avó “Maria” e meu cachorro “Petty Pierre”.
Sou completamente viciada em romances sobrenaturais e amo mais ainda se forem sagas.
Tenho um namorado super compreensível que me apoia em todos os momentos e me aguenta falando o quanto o Gabe é perfeito, mas na realidade mesmo, perfeito é ele.
Amo minha família e amigos, mas tenho um espaço especial no meu coração ocupado pelos meus leitores.


2°) Conte-nos sobre seus projeto?
Hum, difícil isso porque tenho vários rsrsrs, minha mente nunca para (embora tempo para digitar seja uma coisa completamente diferente), além da serie The Last, tenho planos para outras series também: Serie The Ladies, Serie A Lenda Da Ultima Bruxa e mais uns três livros que a principio serão únicos. Se tudo der certo vou manter meus leitores ocupados por muitos anos.

3°) Sobre OUB, você se baseou em alguém para criar seus personagens?
Acredito que todos os personagens do OUB têm um pouco de mim, e todos tem um pouco de todas as pessoas que conheço, mas com certeza a personagem da Ana Paula Werner é baseada na minha melhor amiga Ana Paula (Talvez menos doida do que a Ana realmente era). Nós nos conhecemos na nossa adolescência em 2002 e somos amigas até hoje.

4°) O que podemos esperar do próximo livro?
“O Último Olhar” vem com muito mais entendimento sobre a raça do Gabe, descobrimento de muitas coisas, mas o principal é o amadurecimento. Tanto da Jasmim e da Ana, quanto do relacionamento deles, de todas as formas. Há muito que se aprender ainda e posso adiantar que muitas vezes o crescimento vem através da dor.

5°) Fale-nos um pouco sobre OUB?
Um pouco? Hum acho que não consigo falar pouco do OUB, quando começo não paro mais rsrsrs.
OUB apresenta uma ideia um pouco diferente do que vemos nos livros de romance sobrenatural, mas com uma temática antiga (garoto novo no colégio, que esconde um segredo, mocinha meio deslocada socialmente), o livro é cheio de aventuras e não só as sobrenaturais, mas as comuns a qualquer adolescente, como festas, ciúmes, duvidas que todos passamos nessa idade. É sobre amizade sincera, segredos, mistério, amor... Espero ter ajudado, pois sem soltar spoiler é difícil falar sobre OUB hehe.

6°) OUB está sendo reconhecido da maneira que você esperava?
OUB está sendo muito bem recebido pelos leitores, isso é maravilhoso. Na verdade não sei dizer bem como esperava que ele fosse reconhecido, quando fui publicar era uma mistura de sentimentos tão grande que nem sabia o que sentir, mas tinha muito medo das pessoas não gostarem, esse medo nunca vai passar. Sempre vou ter medo do OUB não ser aprovado por alguém, porque cada opinião é muito importante, mas estou muito satisfeita, já tenho algumas fãs e não poderia pedir mais do que isso.

7°) Cite uma passagem do seu livro que você julgue interessante. Sacanagem isso haha, eu acho o livro todo, uma grande passagem interessante... Mas segue alguns trechos que gosto muito, seguido de fotos do modelo que acho parecido com o que imagino do Gabe: (Espero que ajude)







8°) Você poderia nos adiantar um pouco sobre suas futuras obras?
Como disse anteriormente, tenho vários projetos... O que esperar deles? Muito romance sobrenatural hahaha. Bruxas, fantasmas, seres com poderes incríveis, outros mundos, lendas, índios, épocas passadas, mocinhos lindos e encantadores, mocinhas com personalidades bem diferentes. E claro o termino da serie The Last...

9°) Quando e como seu interesse pela literatura começou?
Não faz muito tempo, eu já havia lido alguns livros antes, mas nada que despertasse em mim a vontade de escrever nem nada parecido, parei durante anos com as leituras e retomei após um período bem complicado emocionalmente para mim, lia para fugir da minha realidade. Isso aconteceu a 4 anos atrás, mas comecei a escrever após ler a saga Crepúsculo. Não me conformei de meu personagem favorito (Jacob) não ter um final propriamente dito, então comecei a ler fanfics e comecei a escrever a minha, mas não gostei de trabalhar com personagens que não eram meus, afinal é difícil prever como eles vão reagir, sendo que não os criei, então comecei meus próprios livros.

10°) De onde você tira tanta inspiração para escrever seus livros?
Não faço a mínima ideia hehehe. Obviamente me inspiro em tudo que leio, vejo, ouço, mas no fundo não sei bem o que, as historias surgem, os personagens tomam formas sozinhos e prefiro assim, o dia que começar a planejar demais... tornar “isso” planejado demais, acho que perderia toda a graça.

11°) Você tem alguma motivação para escrever? Qual?
Minha maior motivação para escrever é que isso me faz bem, me deixa feliz, aliviada, satisfeita, completa... Minha motivação é meio egoísta, eu fujo da minha realidade quando escrevo e gosto de viver nos mundos que crio. Claro que tem a reação dos meus leitores... Não sei explicar ao certo, escrever é tudo para mim.

12°) Existe uma frase que defina sua vida literária? Qual?
Não sei se define minha vida literária, mas me ajuda muito nos momentos de dificuldade, que são vários... E nos momentos “Será que desisto?”... É uma frase que ouvi no filme Harry Potter: “É possível encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se lembrar de acender a luz”.

13°) Qual seu grande sonho como autora?
Com certeza é, poder trabalhar só com isso. Viver apenas dos meus livros, sem ter que trabalhar com outra coisa, poder me dedicar totalmente as minhas obras. Acredito que é o sonho de todos os escritores.

14°) Defina-se em uma frase.
Jesus, isso é pior do que pergunta de entrevista de emprego hahaha... Não faço ideia de como me definir em uma frase porque estou sempre aprendendo um pouco mais sobre mim e sobre o que quero... Posso usar uma frase do meu pai? Quando contei a ele que queria ser escritora e ele me respondeu que isso era difícil e tal, fiquei olhando para o nada pensando em tudo o que ele me disse e quando voltei a minha atenção para a conversa, meu pai me disse:
- Faça o que você quer, porque viver sem fazer o que se ama é muito triste, vai ser difícil e você vai abrir mão de muita coisa, mas vale a pena e... “Você nunca foi normal mesmo”.

É verdade, nunca fui normal e nem quero ser ;)

15°) E para finalizar, sinta-se a vontade e deixe seu recado para os leitores do Paixão Literária.

Gostaria de agradecer pelo espaço que o Blog me proporcionou, e por seu interesse em mim e na minha obra, não há nada melhor do que isso.

Obrigada a todas as leitoras do OUB e as que ainda não leram: “Leia, gabe vale a pena” ;)

Promoção: Natal Entre Amigas

Olá pessoal!

"EM UM NATAL ENTRE AMIGAS, QUEREMOS DAR O PRESENTE A VOCÊ!"
 
 
Os blogs  Paixão Literária e Best Therapy querem dar um presente a um de vocês, nossos leitores queridos, para que fique beeem feliz nesse Natal!



 
Desta vez, os prêmios serão:

 
Um exemplar do livro Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson
Um exemplar do livro Percy Jackson e o Ladrão de Raios - Rick Riordan
Um exemplar do livro A Arte da Imperfeição - Brené Brown
Um Kit de Marcadores

 Para um só feliz ganhador!

Para participar é só seguir as regras:

    - Seguir os blogs publicamente via google Friend Connect.
    - Deixar um comentário válido no post da promoção.
    - Residir no Brasil.
    - Preencher o formulário Rafflecopter abaixo.
    - O prêmio será enviado ao ganhador em até 30 dias

Chances extras:

 - Preencher as opções no formulário Rafflecopter abaixo.


Participem e boa sorte a todos!!!

 






Tutorial: Estrelinhas/Bolhas ou Corações Caindo do Mouse


Olá meus amores, como tinha dito para vocês, vou começar a postar alguns tutoriais simples de coisas fofas para dá um up no blog de vocês, espero que todos gostem *-* (Não sou expert no assunto, mas tenho aprendido muitas coisas nesse quase um ano de blog, a cada post, vou deixar o link do site onde aprendi o tutorial - dos que eu lembrar, ou estiver salvo aqui - tudo para vocês, seus lindos), VAMOS LÁ.

O Fabuloso Mundo das Capas #4


Olá queridos, tudo bom? Como havia dito, voltarei a postar as colunas nos dias certos, e hoje voltando o Fabuloso Mundo das Capas, vou mostrar pra vocês algumas das capas de Marcada - House Of Night. Quais vocês gostaram mais?



E eu tenho um aviso pra vocês, na verdade, quero as suas opiniões. Várias pessoas tem me enviado e-mails perguntando como colocar esses corações saindo do mouse, esse cursos, entre outras coisas, sendo assim tive uma ideia, de trazer para vocês alguns tutoriais simples, de coisas fofas para blogs, o que vocês acham?

Resenha: A Seleção - Kiera Cass

Olá lindos, tudo bom? Hoje trago pra vocês uma ótima resenha feita pela nova colunista, a querida Maria Avila, vamos conferir? 


Livro: A Seleção 
Páginas: 368 
Autora: Kiera Cass 
Ano de Lançamento: 2012 
Editora: Seguinte 
Pontuação: 4/5

Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

Esse foi daquele tipo de livro que eu comecei a ler sem expectativa. Estava fazendo pesquisas em um site de downloads quando o vi. Decidi que não faria mal algum lê-lo. Foi também um dos primeiros livros que eu li sem ler uma resenha ou receber o conselho de alguém. E eu fiquei surpreendida!

A leitura é rápida e fluida, você consegue acompanhar as nuances com uma facilidade incrível, e aos poucos eu me vi sendo tragada para dentro da história.

America, a narradora, é uma garota que está conformada com a sua vida, ou pelo menos boa parte dela, e eu fiquei satisfeita ao ver que a autora construiu uma personagem com personalidade forte. Logo nos primeiros capítulos nós podemos ver claramente qual a situação de Illéa, antigo EUA, e de seus habitantes. A protagonista, que trabalha com os pais para entreter o público de castas mais elevadas, é bastante perspicaz e esperta. E eu fiquei surpresa ao constatar que ela já iniciou o livro tendo um romance! O que não é muito comum nos livros do gênero.

Aconselhada pela mãe e pasmem! - pelo namorado, America se inscreve na Seleção, porém tem poucas esperanças de ser a escolhida de seu distrito, isso é por causa de um dos clichês mais utilizados: A visão distorcida que ela tem de si mesma. E como era de se esperar, ela é escolhida; e motivada por seus pais e por sua vontade de se afastar de Aspen, seu então ex-namorado, ela embarca na jornada. Em pouco tempo, ela está na Corte, vivendo lado a lado com as outras 34 candidatas e com a família real. Eis que surge Maxon!

Ah, Maxon, o que eu posso falar sobre ele que não entregue a minha já obvia preferência? Ele é fofo, cativante, inteligente e um mocinho muito romântico. Acima de tudo, ele quer defender o seu país dos revoltosos – grupos de nativos que são contra a política instaurada.

Logo a America deixa óbvias suas intenções ao participar da Seleção, trata-se apenas de aproveitar o tempo ali e garantir sustento para sua família, ela rapidamente se torna amiga de Maxon e é aí que as coisas ficam agitadas.

Os diálogos entre eles são sagazes e divertidos, aos poucos, America vai abrindo os olhos do príncipe para o que realmente acontece no mundo lá fora. Mas não são apenas os personagens principais que nos cativam; A autora soube definir muito bem os secundários, dando-lhes a devida atenção e concretizando suas personalidades. Eu consegui sentir afeto a determinadas pessoas, e desgostar – e muito – de outras.

A Seleção é um livro que poderia muito bem apenas ser definido como mais um dos muitos livros que seguiram o caminho de Jogos Vorazes, porém não é bem assim. No começo, é quase impossível não fazer comparações entre os dois livros: a narração em primeira pessoa, a sociedade dividida em classes e uma forma do governo de controlar as pessoas. Mas então, outros elementos surgem e logo podemos deixar as comparações de lado, ao contrário de Jogos Vorazes, o embate do livro não é físico, e sim psicológico. As 35 candidatas devem competir entre si para obter a atenção – e quem sabe o coração – do príncipe e de sua família, há vários testes e divergências entre as garotas. Mas também há momentos divertidos que nos geram boas risadas. Nós rapidamente já conseguimos prever quem é aquela garota que será odiada por todas. Por essa diferença, posso afirmar que A Seleção é muito mais romântico que qualquer outro livro do gênero, porém, ao que tudo indica, sua continuação terá um pouco mais de enfoque na política.

Como a chata que sou, eu já tinha uma ideia de como seria o final, e acertei em boa parte. Outro clichê explorado aqui, foi o triângulo amoroso dos personagens principais. O que também dá a entender que ficará mais em evidência nos próximos livros.

A Seleção, primeiro livro da trilogia, conquistou-me de uma forma inimaginável, me apaixonei por Maxon e até consegui gostar da protagonista, coisa que não acontece com frequência quando leio algo. É claro, certos erros puderam ser detectados durante a leitura, nesse caso, imagino que a editora será mais cuidadosa na hora de publicar o próximo livro. E ao mesmo tempo em que fiquei com raiva pelo livro ter acabado, eu fiquei feliz e mais que ansiosa por saber que haveria uma continuação. Porque ele terminou de uma forma que você pega e relê o ultimo parágrafo e pensa: “Como assim???”. Gosto de acreditar que já tenho uma ideia de como a trilogia se encerrará, afinal, qual é a leitora que nunca criou teorias durante a leitura? Mas pelo modo como Kiera Cass me surpreendeu neste livro, já vi que não posso contar muito com minha intuição. Ao menos espero que o final agrade ao público.

Uma novidade para mim foi saber que a CW comprou os direitos dos livros e está gravando o piloto da série, que tem tudo para ser lançado agora em 2013. Para as fãs de séries de tv, já faço questão de recomendar.

Concluindo, posso afirmar que A Seleção é aquele livro que toda amante de um romance com personagens fortes e determinados deve ler. Há momentos de drama, momentos de comédia e os momentos de suspense, em que não fazemos ideia do que pode acontecer. America é o tipo de garota curiosa e que age de uma forma totalmente diferente da esperada pelas pessoas, o que torna tudo mais imprevisível. Durante todo o livro ela sofreu preconceito, sofreu com a saudade dos pais e dos irmãos, sofreu por conta de seu coração – que eu não posso dizer se está “quebrado” ou não, - e também sofreu pelas outras candidatas, mas em momento algum ela esqueceu suas raízes ou faltou de ser generosa com as pessoas.

Super recomendo a leitura, e espero que vocês se apaixonem pelo Maxon tanto quanto eu.

Citações de Quinta #5


Olá leitores, tudo bom?
Mais um post de citações, que era pra vir ao ar todas as quintas, mas eu sou esquecida, e nunca me lembro de preparar o post, porém prometo que vou postar com mais frequência  Agora vocês podem aproveitar para pegar frases e colocar nos seus skoobs =) rs' Todos atualizando.



  • “Uma definição não encontrada no dicionário: ‘Não ir embora’: Ato de confiança e amor.” (A Menina Que Roubava Livros) ,

  • “Os homens não têm tempo, compram tudo pronto. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos.” (O Pequeno Príncipe)

  • “Se cada um cuidasse da própria vida, o mundo giraria bem mais depressa.” (Alice no País das Maravilhas)

  • “Antes de se sacrificar por alguém, pense nisso: Será que ele faria a mesma coisa por você?” (O Caçador de Pipas)

  • “Qualquer pessoa pode se transformar em algo belo.” (A linguagem das flores)

  • “Quando você quer alguma coisa, todo o Universo conspira para que você realize seu desejo.” (O Alquimista)

  • “Se fôssemos analisar as pessoas em todos os seus aspectos, não creio que sobraria depois muita gente boa.” (Crime e Castigo)

  • “Às vezes as pessoas são bonitas. Não pela aparência física, nem pelo que dizem, só pelo que são.” (Eu Sou o Mensageiro)

  • “E quem ama se surpreende quando é amado, porque não cobra nem espera recompensa.” (Cartas entre amigos)


Resenha de filme: X-men: Primeira Classe (X-men: First Class)

Gente, quero apresentar a vocês a nossa nova colunista, minha querida amiga *-* Que vai falar de filmes de 15 em 15 dias. E o filme da vez é X-Men First Class.





X-men: Primeira Classe (X-men: First Class)
2011 - Estados Unidos/Reino Unido
Direção por Matthew Vaughn
Elenco: James McAvoy, Michael Fassbender, Rose Byrne, Jennifer Lawrence, Kevin Bacon
20th Century Fox/Marvel Entertainment
Faturou U$ 353.624.124


Filme que estreou no Brasil em junho de 2011, "X-men: First Class" é um prequel da famosa ficção científica da Marvel "X-men".
O filme se passa no início da década de 60, e mostra partes da história dos personagens que desconhecíamos até então.
Um Xavier jovem e com cabelos, se forma em Oxford, especialista em genética. Um Erik Lensherr criança vê sua mãe ser morta por nazistas. Uma Raven assustada e insegura, busca a atenção e carinho do melhor amigo.

Nesse que, na minha opinião, foi o melhor filme da franquia, começou sua rivalidade entre os mutantes, entendemos porque eles se dividiram em 2 grupos, ao invés de se juntarem e unirem idéias e forças para melhorar a condição em que vivem, como os mais conhecidos e populares mutantes tomaram partido.

"There's so much more to you than you know, not just pain and anger. There's good in you too, and you can harness all that. You have a power that no one can match, not even me."

Como já disse, para mim esse foi o melhor filme da franquia. Diferentemente dos filmes anteriores, focados na ação, esse filme foi mais focado nos conflitos psicológicos, nos traumas, nos conflitos pessoais dos personagens que foram bases dos outros filmes. Isso foi o que eu mais gostei. Destaco as atuações de Kevin Bacon, Michael Fassebender, Jennifer Lawrence e James McAvoy: brilhantes, trouxeram profundidade necessária aos personagens, o que deu o tom à esse filme.
Confesso que Erik Lensherr me conquistou nesse filme, apesar de suas atitudes mais radicais. Nesse filme ele não foi o vilão que todos odeiam, como nos outros filmes. Eu vi ele como um garoto que sofreu muito na infância e presenciou um assassinato cruel de alguém que amava. Isso foi decisivo na formação de sua personalidade, na justificativa de suas escolhas. McAvoy é um Xavier charmoso, engraçado, conquistador, muito diferente do que vimos nos outros filmes. A breve aparição de Hugh Jackman, o eterno Wolverine, me rendeu muitas risadas.
Esse filme mostra como as pessoas podem mudar, quando passam por situações difíceis, como quando dois garotos, grandes amigos, descobrindo seus poderes, vieram a se tornar Professor Xavier e Magneto.

5/5
"Erik, I believe."
"I prefer Magneto."

The Vampire Diaries S04E04



Olá meus queridos, como vocês estão? Novamente estou aqui para sair um pouco da nossa rotina e falar um pouco de Séries, neste caso The Vampire Diaries, espero que vocês estejam gostando desses posts onde eu comento o que achei de cada episodio. E gostaria de saber uma serie que vocês acompanham e gostem, quero começar a assistir novas para poder comentar aqui.

LEMBRANDO QUE ESSE POST CONTÉM SPOILERS, PORTANTO NÃO CLIQUE SE VOCÊ AINDA NÃO ASSISTIU O EPISÓDIO 04X04

Você pode fazer o download do episódio legendado, clicando aqui. Após assistir, volte e comente conosco =)


Resenha: O Último Beijo - Cacá Adriane


Editora: Dracaena
Autora: Cacá Adriane
Skoob
Nota:     


Jasmim é uma menina, como outra qualquer, que está passando pela adolescência. Ela tem que lidar com diversos problemas, como o fato de sua mãe ter falecido quando ela nasceu e seu pai nunca estar em casa. Porém, sua vida não é só tristeza. Ela tem uma amiga chamada Ana Paula que é aventureira e adora mete-la em confusões. Como se não bastasse, ainda conhece um rapaz: Gabe. Gabe é instável, cínico, genioso e ridiculamente lindo. Diferente dos outros, rapidamente faz com que Jasmim fique atraída por ele. Ela estará disposta a dar o que ele pede em troca?! Qual a relação dele com seus pesadelos constantes?! Será que ela realmente sabe quem são as pessoas que ama?! Conheça essa envolvente historia cheia de aventuras, mistérios e romance!

Ah Daniel, ah Daniel... Não tem jeito de começar essa resenha além desse, pois caracteriza bem tudo que eu passei ao ler o livro. Logo mais vocês vão entender isso.

O Ultimo Beijo foi um livro que me surpreendeu além da conta, eu tinha certeza que o livro era bom, mas a qualidade da leitura foi absurda, até agora ainda não consegui digerir tudo que aconteceu, e ainda me pego pensando no Danny. Ok!  Agora sim vou explicar quem é, e por que eu gostei tanto desse tal de Daniel.

Daniel é um dos personagens secundários do livro, ele é amigo do Gabe. Gabriel, mas estranhamente ele só quer que o chamem de Gabe. Daniel é o típico cara tranquilo, romântico que faz as mulheres eu suspirarem, sabe? Já o Gabe é bem bad boy, todo cínico e arrogante, eu particularmente adoro personagem assim, mas nesse livro, infelizmente ou felizmente quem roubou meu coração foi o lindo do Daniel, ok eu sei que já falei muito dele, mas quero mostrar pra vocês o quanto ele me cativou.

Bom, o livro conta a história de Jasmim, uma garota simples, que leva uma vida pacata, até conhecer o lindo Gabe, de repente sua vida muda completamente, e ela se vê envolta de muitos mistérios.

Quando você está lendo O Último Beijo, você é invadida por mil emoções, uma hora você ama o Gabe incondicionalmente, outra hora você odeia aquele moleque babaca que se acha mais do que é, a mesma coisa acontece com a Jasmim, teve vários momentos que eu me peguei brigando com ela sou louca, mas é verdade, isso acontece inúmeras vezes, você ama um personagem e depois o odeia, devido a instabilidade que eles passam, eles são complexos.

Uma das coisas que mais me fascinou foi essa facilidade que a Cacá teve para criar personalidades tão distintas e complexas para todos os personagens, ela não se focou apenas nos principais. Tanto que os meus preferidos não são os principais, eu acho perfeito quando o autor sabe trabalhar em cima de todos os personagens, cada um com seu jeito em especial.

Nossa, e o que dizer do enredo? APAIXONANTE! Tem um grande mistério ao redor de toda a história, que eu tentei desvendar de todas as maneiras que vocês puderem imaginar, criando mil possibilidades na minha mente fértil , porém foi tudo em vão. O final foi digno, conversando com a Cacá, ela me disse que em várias passagens do livro deu dicas de como seria o final, e acreditem, estavam tão bem camufladas para não estragar com a trama que eu nem percebi. E eu costumo ficar bem atenta a esses detalhes. Mas acredito que se eu tivesse matado a charada na metade do livro, ele provavelmente não teria o peso e o encanto que teve. Chegar às ultimas páginas e pensar: Não brinca que é isso mesmo! Foi extremamente gratificante.

Foi tudo tão intenso e gostoso que eu fiquei de ressaca literária, após terminar eu não conseguia tirar o Daniel da minha cabeça, como a própria sinopse diz é uma história cheia de mistério, aventuras e claro, muito romance. Aguardo ansiosa pela continuação.

Resenha: O Caminho para Esplendor


Editora: Baraúna
Autora: Michelem Fernandes
Nota: 5 estrelas.


Thomas é um garoto tranquilo que adora a natureza. Mas sua vida pacata na cidade de Valladana muda completamente ao encontrar no quintal de sua casa — com a ajuda do seu espevitado cachorro James — uma chave dourada e misteriosa. Imediatamente, resolve mostrá-la ao seu melhor amigo Fred, que fica impressionado com o achado. A chave não era como outra qualquer, ela pertencia a uma porta de entrada para um lugar fascinante e ao mesmo tempo sombrio: a Floresta Mágica, que era dominada por um ser abominável chamado Malévolo — que habitava o Castelo Esplendor (antes pertencido à rainha Melliny). 



Sem dúvidas O Caminho para Esplendor nos faz viajar em um mundo completamente fascinante, nos faz voltar no tempo, voltar a nossa infância, o livro é tão mágico que você se imagina sendo criança novamente, minha mente criou todo o cenário de Esplendor, e fico imaginando o que esse livro não faz para mente de uma criança, se eu como adulta já fiquei extremamente apaixonada.

Apesar de o livro ser bem fino a história não deixa a desejar, tudo gira em torno de Thomas, um garotinho normal que vive em uma cidade chamada Valladana, o legal dessa cidade é que todos os moradores tem uma consciência ambiental, todos cuidam da cidade, preservam... Uma cidade modelo, quem dera todas as cidades fossem assim. Bom, certo dia Thomas encontra uma chave misteriosa, Thomas que havia vindo sonhando com um lugar bem diferente ficou curioso e resolveu guardar essa chave, até que um dia apareceu no quintal de sua casa uma pequena porta, Thomas foi chamar seu amigo Fred que até então não acreditava nele para ver a tal portinha, automaticamente os dois amigos ligaram a porta a tal chave misteriosa, e adivinhem? Os amigos vão parar em uma floresta “encantada” que é habitada por seres digamos diferentes. Porém essa floresta está sem vida, e a única pessoa que pode ajudar pra que esse quadro se inverta é ele: THOMAS. Malévolo, o nosso vilão, tenta de todas as formas impedir que Thomas consiga salvar a floresta e a rainha.

Uma boa pedida para você que está cansado das maldades dos livros que está acostumado a ler, O Caminho para Esplendor é suave, puro e Esplendoroso. Apesar do livro ter essa pegada infantil, todo mundo deveria lê-lo para poder resgatar o gostinho de juventude novamente, o gostinho de inocência, onde pequenas coisas podem se tornar grandiosas.

Nesse livro nós temos uma história muito encantadora, onde fica bem claro quem é o bem e quem é o mal. De maneira simples e de fácil entendimento, acredito que qualquer pessoa que leia esse livro, ficará maravilhada com o encantador mundo que a Michelem criou.

Resultado do Sorteio O Caminho para Esplendor.


Olá leitores, hoje venho trazer para vocês o resultado do sorteio *-*

E o vencedor foi.......

Daniel Cunha!
Parabéns Daniel, enviei um e-mail para você, você tem até 48hrs para responder, caso isso não aconteça o sorteio será refeito.

a Rafflecopter giveaway

Quero aproveitar e agradecer a Michelem por ter cedido o livro, amei *-* muito obrigada, e aguardem que ainda hoje sai resenha de O Caminho para Esplendor.

Novidades Literárias #4


Vamos conhecer um pouco mais sobre um livro que me chamou bastante atenção recentemente: Os Filhos do Tempo do autor Chaiene B. Santos.



SINOPSE:

Esta é a história de um estudante chamado Nicolas, que adorava olhar as estrelas e pensar na grandiosidade do universo. Ele é perseguido por seres de outro mundo que querem levá-lo do planeta Terra. O rapaz conhece uma linda mulher que veio de um lugar muito distante para revelar segredos que mudariam sua maneira de ver o mundo. Uma descoberta fantástica o remeterá a conhecer quem serão os “Filhos do Tempo”. Uma trama intrigante que nos fará ver o mundo por outro prisma. Segredos, paixão intensa, aventura e grandes revelações mudarão para sempre à vida, não apenas de Nicolas, mas de todos que viajarem com ele nesta odisseia. Quem ousará a tanto?




TRECHO DO CAPÍTULO VII:

“Logo que terminou o contato com Kenan, os tripulantes da nave Science II se transportaram para Nova Iorque, para voltar a sua vida terrestre normal. Assim que pode, Nicolas começou a trabalhar como Estagiário num Laboratório de Pesquisas Tecnológicas em Física Gravitacional, não sendo difícil para ele arrumar uma vaga no emprego, devido aos infinitos conhecimentos que agora possuía. Cada um dos tripulantes da nave receberam identidades terrestres novas, inclusive Nicolas, preparadas por Drako, que entrou nos sistemas de identificação americanos. Em seu primeiro dia de trabalho, ele com seu novo nome de Carl Zuchermann, ouvia as explicações do professor de Física Quântica que mostrava aos estagiários os campos gravitacionais da Teoria da Relatividade Geral. O conhecimento eclodia em sua mente e ele não conseguia frear o desejo de comentar a aula:
- Professor, o senhor já imaginou se o homem evoluir acompanhando a tendência do aumento cerebral dos primatas dos quais descendemos? E a atrofia das arcadas dentárias pela mudança de nossos hábitos alimentares, diminuição dos dedos pelo uso da Robótica? Ausência de unhas pela perda da função de garra?
- Aonde você quer chegar rapaz? Deixe-me ver, Sr. Carl Zuchermann, é assim que se pronuncia seu nome? - perguntou o professor.
- Sim senhor. – respondeu Nicolas. – E se atravessando a dobra espaço-tempo-gravidade conseguíssemos voltar ao passado terrestre usando as modernas naves com formato discóide, com aerodinâmica para viajar pelo universo em todas as direções e na velocidade da luz? Já imaginaram todos aqui presentes que os discos voadores podem ser pilotados por humanos evoluídos do futuro?
- Meu jovem. Isso é impossível. Você só pode estar brincando. – respondeu o professor de física sorrindo. Todos os estagiários ficaram rindo por alguns minutos e um deles disse:
- Carl. Você está estudando muito e precisa descansar.
Imagina se os extraterrestres somos nós, humanos? Isso é loucura Nicolas abaixou a cabeça e preferiu calar-se, pois o segredo devia ser mantido.”
Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO