RESENHA: 72 Horas para Morrer - Ricardo Ragazzo




"Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você!"





O personagem principal é Júlio Fontana, delegado da cidade, viúvo e pai de Laura.  
Marcado por uma atitude do passado sua vida toma um rumo jamais esperado.


Há muitos anos atrás, Júlio suspeitou que sua esposa tivesse o traindo com Felipe, o jardineiro. Pois chegará em casa e virá o jardineiro saindo do quarto da esposa nu. Júlio tomado por ódio acaba seguindo Felipe e espanca-o até quase a morte, deixando-o a beira de uma estrada qualquer para definhar. (Pena que não posso fazer spoiler, adoraria contar a vocês tudo que vai acontecer)
Anos se passaram após o acontecido, e mortes extremamente planejadas começam a acontecer com pessoas próximas a Júlio, e com pessoas que ousavam meter-se no caminho do assassino. (Ou melhor, assassinos! Isso logo vocês vão descobrir)
Júlio temendo pela vida de sua filha, começa uma investigação procurando saber quem estava por trás de tudo isso.


Sabe aqueles romances policiais que prendem o leitor do início ao fim? De repente um alívio repentino toma conta e quando menos esperamos voltamos para tensão. Surpreendente! Bem diferente de tudo que já li, o livro engana muito o leitor. São diversos assassinatos, com requintes de crueldade, seguidos por inúmeros suspeitos. São tantas emoções que você não consegue largar o livro.
Aquele que você acredita ser o inocente, acaba se tornando o grande culpado, e aquele que você julga ser o culpado, acaba sendo o inocente, muito cuidado com os julgamentos ao ler este livro.


Eletrizante! Do começo ao fim, é o tipo de livro que prende a atenção e nos faz viajar em diversas pistas, tentando levar-nos a uma conclusão, o que é em vão! A sua mente NUNCA vai imaginar esse final, você assim como eu irá surpreender-se com o que irá acontecer, confesso que fiquei meio chocada esperando que o autor desmentisse e tudo não passasse de um sonho de Júlio, após o choque fui perceber que o final deu ao livro um toque majestoso. É incrível como o autor escreve. No final do livro quando tudo é revelado, o leitor acaba revendo tudo que aconteceu no livro e pensando: ''Nossa, eu nunca ia imaginar!''


Algumas mortes são muito horripilantes, dignas de 'Jogos Mortais' seguidas pela descrição aterrorizadora de Ragazzo.
72 Horas de assassinatos sem nenhum pudor, muita tensão, muitas pistas, batimento cardíaco acelerado, e um fim extremamente surpreendente. 


A capa é linda, descreve muito bem a história do livro. Ragazzo simplesmente arrasou com seu romance de estreia, em todos os sentidos. Espero que muitos outros venham por ai.


''Todas as pessoas respiram segredos e transpiram mentiras. Até as mais próximas de nós. Não por maldade, mas por ser algo intrínseco à natureza humana''
 - Página 137

11 comentários:

  1. Adorei a resenha! O livro parece ser muito interessante, adoro suspenses que te deixam presa na história, querendo saber o que virá a seguir! E mais ainda, adoro finais surpreendentes! Sem dúvida um livro que eu leria!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Se você gosta de livros assim, com certeza vai amar esse livro Eduarda. *-* Se tiver a oportunidade leia.

    Beijinhos, e obrigada pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. hahahah Amei a primeira frase ao lado do livro..e não é que é verdade!!!!

    Gostei da resenha, querida!!! O livro eu gostaria de ler...me parece interessante...Beijinhos e bom findi!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tem um selinho pra você no meu blog Palavra Sonhada (http://palavrasonhada.blogspot.com/).
    Bjs, Ana.

    ResponderExcluir
  5. OLá querida!!

    Uau, que resenha e que livro!!
    Deu-me uma enorme vontade de ler!! E falta de ar só de ler a resenha, fiquei tentando ler mais rapido para ver se descobria mais rapido o que vc escrevia..rrss..loucura!!

    Parabens pela resenha, e não vejo a hora de ver a minha por aqui!!

    Um grande beijooo!! =)

    Vanessa de Cássia
    http://vanessacassia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Essa frase é bem verdade Marli! haha' Quando você lê o livro você pensa: ''Nossa a frase define tudo''

    Ana, obrigada pelo selinho.. Já comentei lá.

    Vanessa, você precisa ler esse livro, é tensão do começo ao fim, muito bom... Indico demais! E quanto a resenha do seu livro, vou caprichar hein! haha

    Beijinhos a todas!

    ResponderExcluir
  7. O Homem da capa parece com o vocalista do Linkin Park.. ^^
    Amei a sinopse, amei a resenha e... EU QUERO LER!!
    Parabéns
    bjim
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Verdade Nizete, parece mesmo! kkk'
    Leia *-* Você vai gostar.

    ResponderExcluir
  9. Olá, flor! Visitando seu blog lindo! *---*

    Uma boa resenha é aquela que instiga o leitor a querer ler a obra. O livro em si também contribui, claro. Mas a sua resenha ficou muito boa. Falou sobre a história, sobre os personagens e sobre o enredo. A única crítica que tenho a deixar (crítica construtiva) é esta: atente para a gramática. Às vezes, na pressa para postar logo, cometemos certos desvios gramaticais. Evite-os. Seu trabalho ficará muito melhor!

    Beijos,

    Fátima Menezes - @RecantoCaliope
    http://recantodecaliope.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ainda não conhecia, mas parece ser uma leitura super intrigante. Gostei da resenha.

    Beijos
    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ola, gostei da resenha!! O livro parece ser bem interessante!! Obrigada pela dica!! *_*

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO