Resenha: O Contrário de Roma.- Fernando Mendes





SINOPSE: Em uma pequena cidade, a população se divide em grupos que disputam pela honra de ter mais honra, vivendo entre as críticas feitas por todos sobre os outros, em uma contínua disputa pelo direito de se dizer mais direito. Nesta pequena comunidade, um jovem rapaz se apaixona perdidamente pela imagem de uma garota a qual nunca vira antes, e que perde de vista. Ao longo de alguns capítulos curtos e quebrados, o rapaz terá de descobrir quem é esta garota por quem se apaixonou, como conquistá-la, e como poderia viver com os preconceitos de sua comunidade.  



O livro é tão gostoso de ler que você acaba se empolgando e perde a noção do tempo, a leitura flui de uma maneira bem fácil.

O começo foi bem confuso (Ou será que era eu que estava distraída?), mas aos poucos tudo vai começando a fazer sentido. Uma das coisas mais interessantes para mim, foi à forma como o autor escreve, tem várias partes que ele acaba ‘interagindo’ com os leitores. Chegaram a me arrancar umas boas risadas. Tem uma parte que ele tenta justificar ele ter chamado uma mulher de ‘algo’ ele diz que é melhor justificar a tempo do que uma feminista pensar que ele estava com machismo ou coisa do tipo. Vocês acreditam? Eu adorei isso!  Vou copiar uma parte para vocês lerem:

‘’Agora que percebi meu erro. Não quero ser machista. Mudem aquele “algo” para “alguém” , por favor. Sim, eu sei, eu sei... Não foi essa intenção como eu disse... Mas sempre tem aquela feminista, perdão... Aquele ou aquela feminista que pega  a coisa, tira do contexto e daqui  pouco o autor do livro vira machista, maldito “queimem-no na fogueira” (...) Mas voltando ao que interessa, a vocês, porque obviamente tudo isso me interessa, se não,  não tinha escrito... Será que edito essa parte?”.


-Página 26 e 27


Viram? Eu amei isso do autor, e toda essa justificativa (Era maior, mas resolvi não mostrar tudo para poder deixa-los curiosos) por causa desse trecho: “Foi quando ALGO me chamou atenção. Em um vestido longo e cinza, neutro no meio daquelas cores da natureza que estavam escurecendo, uma mulher caminhava em direção à pequena ponte”.
-Página 25

Outro ponto bem interessante foi à capa. Vocês devem ter visto que tem uma vela na capa, obvio. Então, durante o decorrer da história o autor revela o porquê da vela se encontrar na capa do livro, vocês querem saber? Ok! Acho que posso contar.
O personagem principal tem um sonho, e nesse sonho ele vê uma mulher. Ele acaba se apaixonando por essa mulher, e todos os dias ele tem sonhos com ela. E depois de algum tempo sonhando com ela, ele acaba chamando-a de vela, ou seja tecnicamente a imagem da capa seria essa mulher, não é lindo?

“Comecei a poder ver aquele rosto fechava os olhos e pensava nela. Mais e mais com o passar do tempo, eu a via durante o dia como uma luz iluminando aquele fim de tarde escuro. Um castiçal cinza com uma vela bege radiante. E, sem perceber, comecei a chama-la assim: Vela!”
- Página 35
 “Mas pensar demais em algo nem sempre é inevitável. Que o diga os tantos que ficam obcecados sem nem nota. Alias acho que você não tem como ficar obcecado se você notar, porque você notando você vai querer se parar. Se você esta obcecado, você não acha que tem que parar, logo você não esta notando aquilo que faz como algo ruim”
-Página 29






Quer comprar o livro? Clique aqui

6 comentários:

  1. Gostei da resenha amgg! confesso que quando vi o livro não me interessei muito, mas pela sua resenha ele parece ser bom sim! gostei da resenha e dos trechos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, leia o livro Juh... Você vai amar.

      Excluir
  2. uhu! Um comentário positivo! Eu sabia que ia acontecer um dia! Brigado Kéh!!!!

    Fernando Mendes

    P.S.: http://www.agbook.com.br/authors/30836 <- Eis o livro ^_^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço Fernando... Obrigada.

      Excluir
  3. Eu ainda não terminei de ler o livro. Mas, posso dizer que mesmo nos momentos iniciais do livro, a leitura se faz prazerosa e história desenvolve-se de maneira empolgante. Não vejo a hora de terminar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa leitura Manoela, depois nos conte o que achou do livro.

      Excluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO