Resenha: Guerreiros da Esperança - Andrea Hirata

Editora: Arqueiro
Autora: Andrea Hirata
Nota: 1111

A ilha de Belitung, na Indonésia, é riquíssima em recursos naturais, mas abriga contrastes sociais gritantes: de um lado, a grande empresa de extração de estanho, com suas modernas instalações e seus ricos executivos; de outro, o povo nativo, que vive numa miséria indescritível. É nesse cenário que a jovem professora Bu Mus e o diretor Pak Harfan tentam garantir a seus dez alunos o direito inalienável à educação. Eles têm que lutar contra as mais diversas dificuldades, como o estado decrépito do casebre em que as aulas acontecem, as constantes ameaças do superintendente escolar e as gigantescas escavadeiras, prontas para explorar o solo em seu terreno. Porém, o maior de todos os desafios é insuflar naquelas crianças a dignidade e a autoconfiança. E nisso os professores são bem-sucedidos. Juntos, seus alunos aprendem o valor dos amigos, conseguem descobrir o que há de melhor em cada um e conquistam feitos inéditos para sua pequena escola de aldeia. 

A mensagem que o livro passa é extremamente fascinante e emocionante. Faz nos acreditar que ainda existem pessoas que acreditam fielmente que a educação pode mudar o mundo, que sem educação não podemos chegar ao lugar sonhado, pessoas sem condições financeiras alguma para bancar uma escola digna para seus filhos estão dispostas a fazer de tudo para que os mesmos tenham o mínimo de educação.

Crianças, são apenas crianças que sonham em poder aprender, crianças que são conscientes que somente aprendendo algo poderão seguir caminhos opostos ao dos seus pais, que não tiveram nada e hoje em dia trabalham desumanamente para garantir o sustento de sua família.

O que me fez pensar muito enquanto lia o livro, foi o fato de muitos de nós não gostarmos de frequentar as escolas, enquanto muitos têm esse sonho, enquanto nós temos escolas com todo aparato necessário para uma boa educação, existem muitas crianças, jovens e até mesmo adultos sonhando em ter apenas uma sala para que possam aprender algo, algo que os livre da vida de trabalho pesado e sem nenhuma recompensa.
Hoje nós temos prioridades diferentes, sonhamos em ter carros do ano, casas luxuosas, enquanto eles apenas sonham em aprender, conhecer um novo mundo, e sair do pequeno universo em que são presos por falta de condições.

No começo do livro, os pais daquelas crianças pensam se realmente vale a pena todo o custo para que seus filhos estudem, se não era mais fácil manda-los para trabalhar assim como eles fizeram. 

Ikal é uma criança que sempre sonhou em poder estudar, mas seu sonho estava prestes a ter um fim, a pequena escola na ilha de Belitung, na Indonésia apenas começaria a lecionar se o número de alunos ultrapassasse de 10, mas, no entanto apenas nove alunos apareceram para aprender... Só que bem na hora que iriam mandar os alunos de volta para casa, aparece o pequeno Harun que sofre de síndrome de Down.

A ilha de Belitung é rica em recursos naturais, uma biodiversidade maravilhosa, no entanto não possui quase nenhum recurso para lecionar, porém a jovem professora Bu Mus de apenas 15 anos e o diretor Pak Harfan lutam para passar um pouco de conhecimento para os alunos dessa pequena ilha.

Em alguns momentos, é descrito as condições da escola onde Bu Mus leciona, confesso que são partes lamentáveis. Como pode alguns ter tanto e não dar valor, e outros não ter quase nada e querer extremamente aprender? Como eu disse acima, nós reclamamos por moramos 15 minutos ou menos da escola, enquanto alguns têm que pegar ate barcos para poder chegar, e isso não os abate em nada. Eles continuam pela busca insaciável de conhecimento.

Ikal acaba crescendo junto com os demais alunos, passando juntos por aprovações, conhecendo juntos os significados do amor, aprendendo e perdendo, também conseguindo grandes vitórias.
Bastante emocionante, uma realidade muito triste e ao mesmo tempo uma grande lição de vida para todos nós.

Também gostaria de falar sobre o material escolar deles, vocês já pararam para pensar no seu material escolar de quando você era criança? Vamos relembrar: Lápislápis de cor, giz de cera, estojo, mochila, lancheira, tinta, borracha, caderno, agenda, apontador, enfim um monte de coisas que julgamos serem muito necessárias, mas para essas crianças ir estudar com apenas um lápis velho e um caderno já foi mais que suficiente.

Recomendo.
Eu sempre ouvia dizer que as crianças reclamavam de ter que ir à aula. Nunca entendi aquilo, porque, apesar da aparência miserável de nossa escola, nos apaixonamos por ela desde o primeiro dia. Bu Mus e Pak Harfan fizeram com que a amássemos e, mais que isso, fizeram com que amássemos o conhecimento. Quando a aula acabava, reclamávamos de ter que ir embora. Quando nos davam dez deveres de casa, pedíamos vinte. Quando chegava o domingo, nosso dia de folga, mal conseguíamos esperar pela segunda-feira.

E para finalizar, encontrei uma imagem na internet que descreve bem o livro.
Apesar das poucas condições, a esperança de aprender permaneceu.







Leia o primeiro Capitulo ~~> Aqui
  

14 comentários:

  1. Kéziah...também tenho o livro...e com certeza, depois da sua resenha, será o próximo da minha lista!!!
    Ai que lindoooooooooooooooooooooo, tenho certeza que irei amar, adoro esse tipo de livro...amei, amei demais o que vc escreveu...bks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain leia ele Marli, fiquei encantada demais *-*
      Muito bom mesmo.

      Beijocas.

      Excluir
  2. Me encantei com essa resenha e com a sinopse do livro. Vou comprá-lo, com certeza. É disso que precisamos muitas vezes: uma dose de realidade.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo Marcos, acabamos lendo tanta fantasia e nos esquecemos o quanto é bom livros assim.

      Beijinhos ;*

      Excluir
  3. Eu já havia visto este livro, e gostado bastante.
    Lendo sua resenha vi o quanto tem uma mensagem bonita e profunda.

    Parabéns pela resenha.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books
    @c_i_d_a

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é mesmo Cida, um livro bem tocante, recomendo demais.

      Beijos!

      Excluir
  4. Nossa Kéziah, que resenha mais linda, emocionada e adorável.
    Amo livros que acrescentam mais e mais a nossa vida, que nos deixam analisando as coisas como elas são em diversar partes do mundo, que nos ensinam a valorizar o que temos.
    Parabéns por ter lido tão precioso livro e tb por ter vindo tão carinhosamente indicá-lo nessa resenha.
    Beijinhos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    Com certeza é um livro que solicitarei a Arqueiro para ler e resenhar tb .\o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Solicita sim Vivi, tenho certeza que você vai amar *-*
      Vou esperar sua resenha *-*
      Beijos!

      Excluir
  5. Oie!
    Nossa, que resenha mais linda!
    Nunca nem havia ouvido falar no livro, mas depois da sua resenha eu o quero pra mim, pois no momento estou precisando de uma boa dose de realidade.

    Beijos, Muel
    THE WORLD OF BOOKS: http://theworldofbooks7.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Quemuel.
      Se você tiver a oportunidade, leia esse livro, tenho certeza que você vai gostar.

      Beijos!!!

      Excluir
  6. Oie, nossa este livro deve ser emocionante!!! Um linda história com uma mensagem importante nos dias de hoje, é a primeira vez que leio sobre esta história. :) Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é emocionante Nanda :D
      Fico feliz que tenhas gostado.

      Beijos ;*

      Excluir
  7. Quero aproveitar para convidar vc para conhecer o novo layout do meu blog. Pouco a pouco quero torná-lo mais a minha cara…ainda falta muito na questão do conteúdo…tenho muita vontade de escrever post melhores..mas falta tempo…espero que quando eu terminar a faculdade consiga fazer do blog o cantinho que sempre desejei! Estou tentando! hehehe Um grande beijo no seu coração !

    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. oi,
    amei a sua resenha!!!
    eu não tinha prestado muita atenção nesse livro, mas depois da sua resenha, me faz ficar com muita vontade de ler!!
    parabens pela otima resenha

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    bjos

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO