Resenha: Mulher: a essência que o mundo precisa - Bruno J. Gimenes



Editora: Luz da Serra
Autor: Bruno J. Gimenes
Páginas: 147
Nota:   COMPTE_BLOGOF rafaelababy : Tudo para orkut e msn, Mini gifs de coraçãoCOMPTE_BLOGOF rafaelababy : Tudo para orkut e msn, Mini gifs de coraçãoCOMPTE_BLOGOF rafaelababy : Tudo para orkut e msn, Mini gifs de coraçãoCOMPTE_BLOGOF rafaelababy : Tudo para orkut e msn, Mini gifs de coração



Um novo jeito de pensar a agir a partir das bases amorosas aproxima-se para a humanidade, tendo como centro dessa transformação a energia essencial da mulher. Essa mudança já está acontecendo, estamos a poucos instantes de entrar em um movimento na Terra que removerá passo a passo as impurezas e excessos da atmosfera psíquica. O caminho baseia-se em ajustar nossos corações no mesmo compasso do Grande Coração de Deus. No momento em que conseguirmos esta comunhão, o paraíso se instalará na consciência da humanidade, portanto a paz reinará. Nesse evento dos planos superiores, a protagonista é a mulher, o ser que consegue armazenar em seu seio, a força das atmosferas sublimes, que é o antibiótico para a bactéria da ignorância mundana. E, quando a mulher lembrar da sua força e usar em sua essência, provocará um movimento que fará as sombras se dissiparem da Terra. Não é uma questão de escolha, é uma questão de ser e estar mulher, porque essa condição já diz tudo, você tem a essência que o mundo precisa. A energia da mulher é o fluído de equilíbrio que o mundo precisa. Sempre que os ciclos universais se encerram, algumas frequências ficam saturadas e outras, carentes. Nessa Nova Era, o ser humano supersaturou a Terra de ondas mentais, inquestionavelmente essenciais ao crescimento da humanidade como um todo, todavia ele carece da leveza que o amor traz. Essa energia que pode ser ancorada por cada mulher, é branda, suave, e pode transformar intensamente o DNA de nossa espécie, alavancando-nos para padrões nunca antes imaginados. Entretanto, precisa ser convocada, aproveitada, reivindicada por cada mulher desse Planeta-Escola. Mas o que fazem nossas mulheres atualmente? Quais são as principais atribuições das mulheres nesse momento atual da humanidade? Todas as mulheres sabem convocar suas capacidades energéticas? Mulheres: lembrem-se da dádiva e do poder convocado a todas vocês. Aceitem essa proposta, deixem-se iluminar com a sua beleza interior e a sua intuição. Convoquem suas essências femininas e concentrem-se nessa ousada, mas essencial missão: Equilibrar as forças do mundo!




Um livro tranquilo e gostoso de ler, que nos mostra o verdadeiro valor da mulher, uma ótima pedida para quem está precisando de um up na sua vida, precisando elevar sua autoestima, pois o livro tem esse poder, em várias partes podemos perceber o quanto nós mulheres nos desvalorizamos, e o quanto nos mulheres somos maravilhosas, apenas por existirmos. 

Algo que torna o livro mais fascinante ainda foi o fato que para escrever o livro o autor foi ‘’orientado’’ por guias espirituais, cada capitulo foi orientado por um mentor. Para quem não sabe, guias espirituais são seres de Luz dispostos a nos guiar por uma ou mais reencarnações. 

O livro fala de confiança, pressão social, meditação, gestação, relacionamentos, competição, maturidade e outros tantos dilemas femininos, vou tentar falar um pouquinho de alguns desses que citei. 

Confiança, nesse capitulo aprendemos que acima de tudo precisamos confiar mais em nós, devemos dar valor em nós mesmos, confiar em nossa intuição, em outras palavras confiar em nosso taco, muitas de nós não temos isso, muitas das vezes na nossa vida a falta de confiança própria nos derrota, uma frase que descreve muitas das mulheres que eu encontrei no livro foi a seguinte: “A falta de confiança é a entrada da escuridão na alma de uma mulher. Tanto já lhe foi falado, explicado, mas parece que você insiste nesse comportamento”. Apesar de muitas pessoas nos falarem que devemos confiar em nós mesmos, todos sabem o quanto isso é complicado, e acabamos não o fazendo. 

Pressão Social, sejamos sinceros, as mulheres hoje em dia se submetem extremamente a sociedade, o que vão pensar, o que vão dizer, será que vão gostar? Muitas vezes a opinião dos outros prevalece mais do que sua própria vontade, a pressão da sociedade tanto para mulher exibir um corpo perfeito, como um cabelo maravilhoso, um marido exemplar, um carro do ano, uma profissão desejada, ser uma mulher exemplar tanto fisicamente como financeiramente é o ideal de tantas mulheres que muitas se prestam a qualquer coisa para conseguirem admiração e respeito, sendo que o certo seria que essa mesma mulher se olhasse e se perguntasse: Eu estou feliz com o que eu tenho? Para mim isso basta? Se sim, prosseguir sua vida e ser feliz, isso acontece raramente nos dias atuais. 

Maturidade não vem com a idade, outro ponto bem legal do livro foi a forma como abordaram o tempo ‘’Maturidade’’ nos mostrando que a maturidade não necessariamente esta ligada a idade, sendo que na verdade ela está ligada diretamente ao espirito, muitas pessoas tem esse conceito errado, acham que para ser maduro tem apenas que ser mais velho, o que é muito errado, existem pessoas com 14 anos que são muito maduras, e existem pessoas com 58 que não demonstram uma atitude madura. Então está na hora de rever os nossos conceitos, nem tudo que achamos que está certo, realmente é o certo. 

Enfim, realmente adorei o livro, ele é cheio de ensinamentos legais, é ótimo para você presentear aquela mulher que não acredita no seu potencial, acredito que após essa leitura ela vai ver a vida de um jeito melhor, claro.


                                 Kéziah Raiol

8 comentários:

  1. ah fiquei super curiosa pra ler o livro viu

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia este título, mas fiquei doida para lê-lo. Ótima resenha e detalhes!

    Adorei o blog e quero saber todas as novidades! Já estou seguindo. Espero que curta o meu!
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Kéh!

    Eu gostei do tema do livro, acho legal um livro voltado a mulher, dedicado a mulher, ainda mais escrito por um homem. O que não me agradou muito foi saber da orientação do autor, sabes que não creio muito nestas coisas e tal.. mas achei a pedida do livro muito interessante.. ;)

    Beijos flor!

    Marcelle
    Best Therapy

    ResponderExcluir
  4. A capa é maravilhosa, babei nela *.*
    Na verdade é um gênero que ue não curto muito, mas como sua resenha explanou tão bem sobre a temática eu até fiquei bem curiosa, se cair na minha estante lerei com prazer .
    Beijinhos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a resenha e concordo com a capa do livro. Fiquei curioso para ler apesar de ser um livro voltado mais as mulheres rsrs se um homem escreveu um livro sobre mulheres e elas aprovaram eu realmente quero ler para ver se elas se tornam menos incompreensíveis para mim rsrs brincando...
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Não conhecia esse livro e a capa dele já chama muito a atenção. Fiquei com vontade de ler.

    Abração

    ResponderExcluir
  7. Oi Kéziah, não conhecia o seu blog.
    Mas adorei de monte, que resenha boa *-*
    virei mais vezes viu?
    beijos

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kéziah!!!
    Rá, lindo lay!
    E bem legal essa resenha, pq o título do livro nao me interessou muito, mas a sua pespectiva sobre ele foi muito boa, entao se eu tiver a chance o lerei com certeza.
    Bjss
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO