Não leia este artigo. Deixe de ser curioso!

Não aguentou? Eu sabia! Imaginar o que vem pela frente é algo que está cravado em sua mente. E quem disser que não é curioso está mentindo. Seu organismo, e mais especificamente, o seu cérebro se ativa quando há uma possibilidade, mesmo que remota, de você saber como será o seu futuro. Não é à toa que procuramos cartomantes, numerólogos, tarólogos e uma pá de profissionais para nos dizer o que vai acontecer daqui pra frente.

Você imagina o motivo disso? Não? É que seu cérebro é primitivo, isto é, ele trabalha da mesma maneira como fazia há cem mil anos, quando éramos caçadores e coletores. Nesta época, saber o que ia acontecer, quando acharia caça, quando comeria ou mesmo identificar onde estaria escondido o predador ou o inimigo, era fundamental para a sobrevivência. Quanto mais curioso, mais adaptado e mais sortudo... Portanto, a curiosidade é uma característica da evolução.

Pois esta curiosidade em antecipar os acontecimentos nos acompanha até hoje. Em nome desta faceta cerebral você faz coisas bem malucas como: pedir para alguém olhar as estrelas e prever o resto da sua vida; implorar a uma desconhecida para ver nas cartas se você conquistará seu amor; jogar umas conchinhas na peneira pra descobrir se seu objeto do desejo vai largar daquela pessoa nada a ver e correr atrás de você... Você é assim porque isto é natural, instintivo. Não é maluquice, não!

Até os empresários fazem isso. Eles usam profissionais que são tipo uns futurólogos para prever como o mercado vai evoluir; se o consumo vai aumentar ou não; se vão surgir outras empresas no mesmo ramo e tudo o que puder e estiver ao seu alcance para ver longe e prever o sucesso.

Olhe só, os profetas também fazem isto! Tentando definir o futuro lançam profecias que mudam a vida das pessoas - daquelas que acreditam, pelo menos.

Agora que você já entendeu do que estamos falando, aqui vai a minha pergunta: o que você faria se soubesse o que vai acontecer amanhã? Já imaginou? Eu achei um livro bem bacana que fala disso, e ainda separei um capítulo para você ler gratuitamente. Faça o download através clicando AQUI

Não sabe como ler um e-book? Clique e descubra como: http://www.blognovoconceito.com.br/o-que-e-um-ebook

Resenha de filme: O Retrato de Dorian Gray (2009)

Adaptação britânica do romance de mesmo nome do autor Oscar Wilde, estreou em 2009, dirigido por Olivia Parker, com Ben Barnes como Dorian Gray, Colin Firth como Lord Henry Wotton, Rebecca Hall como Emily Wotton, Fiona Shaw como Tia Petúnia Agatha.



Em "O Retrato de Dorian Gray (2009)", Dorian Gray é um jovem extremamente belo, e ingênuo, que se muda do interior da Inglaterra para Londres após receber uma grande herança. A alta sociedade londrina pressiona o rapaz, esperando atitudes e comportamentos que não lhe eram naturais até então. Basil, um aclamado pintor da época, se encanta com a beleza de Dorian, e se propõe à pintar um retrato dele, o famoso retrado que desencadeará toda a história.

Dorian se envolve com uma doce atriz, Sybil, e logo estão noivos e apaixonados, porém a influência de Wotton faz com que o jovem mude seu comportamento de tal maneira que Sybil não aguenta mais e comete suicídio. Dorian fica devastado ao saber, ainda mais quando descobre que ela estava grávida. Ele, então, perdido e perturbado, acaba sendo atraído pela vida luxuriante, pelas festas, drogas, orgias... 


O retrado feito por Basil, tornou Dorian imortal, ele jamais envelhecerá, assim não perdendo sua beleza jovial. Este é o ponto central do livro, que acaba se perdendo um pouco no filme.


O filme foi bastante criticado por não ser fiel à obra de Oscar Wilde. Tob Finley, que escreveu o roteiro do filme, modificou profundamente a história, até criando personagens inexistentes, caracterizando-a como uma releitura, uma adaptação na tentativa de apresentar o clássico à um público diferente.


Algumas características de Wilde permanecem na adaptação: a ironia, a crítica, as frases afiadas.

No geral o filme me agradou, Colin Firth foi muito bom, e o Príncipe Caspian Ben Barnes lindo também foi uma boa escolha. Não vejo com maus olhos a adaptação da obra de Wilde, achei uma maneira bem pensada de atrair o público jovem para clássicos como esse, que critica a ditadura da aparência em uma sociedade que vivia de aparências, e ainda até hoje é algo considerado extremanente importante.



Curiosidade:
Essa foi a 16ª adaptação cinematográfica do livro. As anteriores foram: Dorian Gray Portrait (1910),The Picture of Dorian Gray (1913), Portret Doryana Greya (1915), The Picture of Dorian Gray (1916), Das Bildnis des Dorian Gray (1917), Az Élet Királya (1918), O Retrato de Dorian Gray (1945), Dorian Gray (1970),The Picture of Dorian Gray (1973), The Portrait of Dorian Gray (1974), A Nudez de Hollywood (1978), The Sins of Dorian Gray (1983), Dorian Gray - Pacto com o Diabo (2001), The Seven Deadly Sins: Gluttony(2001), The Picture of Dorian Gray (2004) e Dorian (2005).



Love always,

Francielle

Projeto Lan - Divulgando


Olá gente, tudo bom? Como vocês já devem saber, estramos com o novo projeto: LAN - Liga dos Autores Nacionais - não vou explicar tudo de novo, para saber mais basta clicar na aba LAN aqui do blog - hoje vou falar para vocês um pouco de duas queridas autoras, vamos conferir?

Dicas do Fim de Semana #3


Olá meus jovens, como estão?

Como eu falei de filmes no primeiro, depois de games. Hoje falaremos de músicas. Vou mostrar pra vocês uma das minhas bandas NACIONAIS favoritas e quero saber se vocês conhecem e quero suas opiniões também. Let's Go.

Estou falando de ninguém mais, ninguém menos que Charlie Brown Jr  

Autora best-seller Lucinda Riley vem ao Brasil escrever o seu próximo romance





Lucinda Riley, autora best-seller de A Casa das Orquídeas e A Luz Através da Janela, com mais de 1,7 milhões de exemplares vendidos em todo mundo está desembarcando no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, na próxima semana. Desta vez, a autora vem com um objetivo especial: escrever seu próximo romance, cuja história se passará no Rio. A inspiração surgiu em sua primeira visita ao Brasil, no ano passado, quando participou da Bienal Internacional do Livro, em São Paulo. Em passagem pelo Rio, a autora se apaixonou pela beleza e história da cidade, e elegeu-a como cenário de seu próximo título. Lucinda estará em pesquisa na cidade, com a ajuda de uma historiadora, por quatro dias, e depois seguirá para Búzios, onde escreverá o livro.

A Novo Conceito aproveita o momento em que estreia na rede social Google+ para promover um Hangout em parceria com o Google Play entre a autora e todos os seus leitores.

Participe do nosso Concurso Cultural e tenha a chance de participar do Hangout e fazer sua pergunta, ao vivo, para a Lucinda Riley ou de ter sua pergunta selecionada para que ela responda.

E o melhor: os leitores que tiverem as 20 melhores perguntas ganharão um exemplar de "A Luz Através da Janela" autografado com seu nome.

Fique tranquilo! Se você não puder falar ao vivo pela webcam com a autora, você poderá acompanhar o bate-papo através do link que será divulgado em nossas redes sociais.

Faça suas perguntas neste post: https://plus.google.com/115609976594753420522/posts/An4Mdaegg7q em nossa página no Google +, leia atentamente o regulamento e participe!

Divulgação NC!

Li até a página 100 #1





Coluna/meme criado pelo blog "Eu leio eu conto". Consiste em você responder algumas perguntinhas baseado no livro que está lendo. Vamos lá?


Livro: Meu Conselheiro de Luz - Mila Wander.

Primeira frase da página 100:
"Chegamos perto da casa de Carlla, e a angústia dentro de meu peito só fazia piorar"

Do que se trata o livro?
Tratasse da história de "superação" - se é que posso caracterizar assim - de Rafaela, uma garota mimada e inconsequente.

O que está achando do protagonista?
No inicio estava odiando, mas agora estou gostando.

Melhor quote até agora:
Marquei vários, mas o melhor trecho foi esse diálogo:
" - Espera ai, eu não chamei você! - Então eu lembrei - Você é Deus? - perguntei quase sem fôlego, esperando uma resposta negativa imediata.  Deus não poderia ser tão gostoso quanto Leonardo, apesar de poderoso. Quer dizer, eu não poderia paquerar Deus dessa forma!".
Página - 46

Vai continuar lendo?
Sem sombra de dúvidas.

Última frase da página:
"Definitivamente eles não tinham empregada doméstica"

Adorei essa coluna *-* vou fazer sempre.
E ai, ficaram curiosos com relação ao livro?

Divulgando


Olá gente, temos outro trecho do tão esperado livro hot do Tico Santa Cruz.
Quem quer conferir?






























Curta a Fan Page da editora, e fique por dentro > https://www.facebook.com/belasletras

Resenha: A Linhagem - Camila Dornas


  • Autora: Camila Dornas
  • Editora: Novo Século
  • Páginas: 336
  • Nota:  
  • Skoob

Londres do século XVIII. A capital da Inglaterra era um dos mais importantes centros do mundo. Vestidos pomposos, elegância e boas maneiras. Um tempo onde as posses e a reputação regiam a sociedade. A igreja possuía poder absoluto e condenava aqueles os quais pesava a suspeita de bruxaria – a arte oculta temida e repudiada pelo senso comum. Nesse cenário intimidador, surge uma mulher especial, com dons inimagináveis. E um destino grandioso...


Encantador, o livro nos cativa desde a primeira página. Fiquei envolvida com toda aquela magia o século XVIII, com os cavalos, os espartilhos, os lindos vestidos, o dorsel, a linda vista das fazendas majestosas. Enfim, o cenário está de matar, cada detalhe compõe uma obra maravilhosa. E sabe o que me deixou mais envolvida com tudo isso? É que em A Linhagem conhecemos um sobrenatural épico. Sim, você leu bem, sobrenatural.

Bom, conhecemos a história de Evangeline – eu amo esse nome – uma jovem bonita e misteriosa, cheia de segredos e completamente revoltada com o rumo que sua vida esta seguindo, afinal Evangeline é obrigada por seu “querido” pai, a casar com um homem rico e desprezível – não fisicamente, digo interiormente. Talvez esse seja um dos pontos negativos do século XVIII, casamentos arranjados pelo pai, e naquela época as mulheres eram completamente submissas aos homens – acho que não daria certo pra mim, como não deu para Evangeline, por ser uma menina independente, ela buscava mais do que um casamento de aparências, cujo único interesse real era as posses de seu noivo.

Evangeline sem dúvidas foi uma personagem que marcou a forma de ver os mocinhos, uma mulher decidida e disposta a tudo quando o assunto é sua felicidade. Acompanhamos a história de Eva, e podemos perceber que desde pequena ela nunca conseguiu realmente ser feliz. Pois seu pai, Julian é um homem muito autoritário que exige respeito, mas não respeita a filha. A única pessoa com que Eva pode contar toda sua vida, foi Morgana, a criada que era como sua mãe – que havia falecido a muito tempo.

Além desses personagens, ainda contamos com bravos cavalheiros de tirar suspiros, entre eles Henry, Albert e Dorian. Perceberam a quantidade de suspiros que vocês vão soltar a ler esse livro?

No decorrer do livro, nos deparamos com as tentativas de Eva para conseguir controlar seus poderes, ela contará com a ajuda de pessoas importantíssimas.

Com uma narrativa envolvente, A Linhagem prende o autor do inicio ao fim, com um toque de mestre, Camila construiu um cenário sombrio perfeito para a vida de Evangeline.

Quer conhecer os segredos de Evangeline? Então embarque nessa aventura épica e cheia de mistérios.

Projeto: Liga dos Autores Nacionais - LAN



Olá queridos, como estão? Hoje venho contar-lhes uma grande novidade.
Na verdade é mais uma apresentação. Eu Kéziah Raiol do blog Paixão Literária juntamente com mais duas blogueiras: Gilciany Viana do blog Ler e Pensar e a Ane Santos do blog Estou Lendo, criamos um projeto cuja missão é voltada exclusivamente para a promoção de autores nacionais.

Juntas queremos expandir os horizontes dos nossos queridos autores por assim dizer. Apesar de ser um projeto tecnicamente novo, já estamos amando todo o retorno que estamos tendo, com pessoas nos apoiando e aderindo a campanha.

Portanto quero convida-los a curtirem a nossa Fan Page clicando aqui. E aqueles que quiserem participar, ou ao menos saber mais sobre nosso projeto, acessem a aba LAN aqui no blog, ou cliquem aqui para serem redirecionados.

Vamos apoiar esse projeto gente, coloquem o banner nos seus blogs, falem para os amigos, espalhem a novidade. Juntos vamos mudar a história dos nossos Nacionais.


Resenha: O estranho caso do Yoda de Origami - Tom Angleberger


  • Editora: Sextante
  • Autor: Tom Angleberger
  • Páginas: 160 ~ Capa Dura
  • Nota: 1111
  • Skoob

DOUG É UM GAROTO MUITO, MUITO ESTRANHO.

Ele sempre faz coisas esquisitas, como usar a mesma camiseta durante um mês, dançar feito maluco e se deitar no chão da biblioteca. Isso é constrangedor, principalmente para Tommy, que passa o recreio com ele todos os dias.

Por outro lado, Doug faz uma coisa muito legal: origamis. Um belo dia, ele cria um dedoche de origami do Yoda, o sábio personagem da saga Guerra nas estrelas. E aí tem início um grande mistério.

O Yoda de Origami prevê o futuro e sempre sabe como lidar com uma situação difícil. Seus conselhos funcionam mesmo e logo a maioria dos alunos da escola está fazendo fila em busca de soluções para seus problemas.
Tommy não entende como o Yoda de Origami pode ser tão sagaz se o Doug é tão sem noção. Será que o Yoda está usando a Força? Tommy precisa resolver esse mistério antes de aceitar seu conselho sobre uma garota. Este é o relatório que Tommy preparou ao investigar O estranho caso do Yoda de Origami. Para torná-lo imparcial, ele incluiu os comentários de Herbert, um colega que nunca acreditou no Yoda de Origami. Também pediu a opinião de Kevin, que só fez uns rabiscos em volta do texto. Veja como ficou!

E vamos a mais um infanto juvenil? Dessa vez falaremos sobre “O Estranho Caso do Yoda de Origami” publicado pela editora Sextante, parceira aqui do blog.

O que mais me chamou atenção nesse livro – além da bela capa e dos detalhes internos – foi à história ser extramente boba e ao mesmo tempo ser envolvente. Comecei a ler e com um piscar de olhos havia terminado, sem ao me dar conta de que o tempo havia passado. Além disso, contamos com uma história engraçada, em diversos momentos acabamos rindo das trapalhadas infantis dos garotos.

Bom, basicamente a história trata-se de uma investigação sobre o “Yoda de Origami” que supostamente é real, como assim? Através do Doug – um menino bobo, maluquinho e com gostos exóticos – o Yoda de origami se comunica com as pessoas dando-lhes os mais variados conselhos, mas ai que está o problema, quem faz a suposta voz do Origami é o próprio Doug, impossibilitando-nos de saber realmente se ele é real, mas o mais estranho disso tudo, é que Doug não é um menino capacitado para dar conselhos que dão certo, como os do Yoda.

Os alunos da escola resolvem então começar a investigar para ter certeza de que o dedoche do Yoda é real.

De inicio temos uma história tranquila e sem muitas aventuras, até que pro meio do livro as coisas se intensificam, trazendo a tona vários assuntos pré-adolescentes que valem a pena ser debatidos, tudo carregado de uma boa dose de humor, e claro de uma forma bem suave.

É um livro que recomendo para todos os tipos de leitores, desde os mais jovens aos mais velhos. Uma leitura fofa e proveitosa.

Nem preciso falar do trabalho gráfico da editora, tudo me fascinou de maneira enorme. Cada detalhe nas páginas, os desenhos infantis, as mudanças de fonte para cada personagem, criando assim a ilusão de que foram os mesmos que escreveram. Ah, ainda temos isso, podemos acompanhar a história do Yoda de Origami de vários ângulos, com várias opiniões de personagens diferentes.

Pra quem precisa de um livro mais descontraído, com uma história bem desenvolvida, e claro, para os fãs de Star Wars esse é o livro.

Resenha de filme: Gigantes de Aço

"Gigantes de aço" é um filme norte-americano, originalmente intitulado de "Real Steel", dirigido por Shawn Levy, distribuido pela Disney/Buena Vista, o filme estreou em outubro de 2011. No gênero da ficção científica, em um futuro próximo as lutas de humanos se tornaram ultrapassadas, e agora robôs são construídos especialmente para lutas mais emocionantes e poderosas. Charlie Kenton, interpretado por Hugh Jackman é um antigo lutador, que agora se dedica à luta de robôs, e é apaixonado por isso. Entre lutas e dívidas, Charlie se depara com seu filho, Max Kenton (Dakota Goyo), fruto de um relacionamento com uma antiga namorada. Charlie não vê o filho desde que ele nasceu, e agora, com o repentino falecimento da mãe do garoto, Charlie deve ficar com o garoto.




Divulgação: Os Mistérios de Warthia - Denise Flaibam

Olá gente, como estão?
Hoje venho trazer um post bem legal sobre a querida Denise e seu lindo livro, quem está afim de conhecer? É uma grande obra que promete, vamos conferir?

Tatuagens Literárias #2

Olá gente, bem vindos a mais um Tatuagens Literárias!
Dessa vez resolvi fazer um post somente com tattoos do Harry Potter *-*
Tem tantas por ai, algumas lindas outras nem tanto, mas vale mostrar, afinal é Harry Potter.
Vamos conferir?


O que vocês acharam?
Qual vocês gostaram mais? 
Alguma indicação para o próximo post?

Que livro é esse? #3


Adivinhe, a partir de trechos retirados de resenhas, qual o livro abaixo.


Clícia Godoy do blog Silêncio que eu to lendo: Os personagens são bem construídos, ----- expressa e essência feminina com direito a todas as suas neuras e conta com amigos que expressam todo o universo de uma mulher. 

Aione Simões do blog Minha vida Literária: A personagem é uma personificação da mulher, com seus medos, anseios, sonhos – que podem ser deixados de lado por uma mágoa -, crenças, desejos. 

Larissa Sposito do blog Abra a porta da Imaginação: É um livro que cheguei a gargalhar e achei isso ótimo, o humor é bem descontraído e trata daquela mulher insegura com outros olhos. A leitura é leve e rápida, uma delícia. 

Monique Premazzi do blog Secrets of a Little Girl: O livro tem aquele toque de humor gostoso de ler e você percebe isso desde as primeiras páginas, o que faz a leitura ser bem fácil e agradável. Eu particularmente nem notei quando cheguei ao final do livro. 

Jujuba do blog Diário de uma Leitora Compulsiva: Um livro envolvente e que tem a capacidade de despertar o leitor e o fazer refletir sobre sua própria vida. Afinal mudanças podem ser boas, basta aceita-las e saber que nunca é tarde para ser feliz... 

Susana Weiss do blog Noites Malditas: Esse Chick it é muito engraçado e tem uma pitadinha HOT muito boa, a Autora sabe mexer com a nossa curiosidade e nos prender ao livro com uma linguagem simples e bem devolvida. 

Vanessa Vieira do blog Nessa News: Afirmo com todas as letras, que amei o livro da -----------! Ele é repleto de sentimentalismo, amor, lição de vida e temperado com uma boa dose de comédia.  

Elysanna Louzada do blog Elysanna Louzada: Fiquei querendo mais. Quando alcancei a última página pensei: por que demorei tanto para conhecer esse livro! 

Dicas do Fim de Semana #2 - Games Literários

Olá meus jovens, como estão?
Lembram que semana passada - ou foi retrasada? - eu fiz um post sobre Titanic e avisei a vocês que quando não tivesse nenhum post nos fins de semana eu indicaria músicas, filmes, games ou qualquer coisa coisa que viesse a cabeça? Então, o nome dessa coluna será: Dicas do Fim de Semana. E esse é o segundo post \o/

Como eu falei de filme no primeiro, hoje falaremos de Games. Vi esse post no blog da Zilda o Cachola Literária, achei brilhante e quis dividir com vocês. Let's Go.

Vocês já pensaram em um Jogo Literário? Como assim Kéziah? Continue lendo. Você vai amar.

Resenha: Enfim, a Felicidade - Eduardo França



Muitas pessoas passam a vida acreditando que está tudo bem à sua volta, têm as rédeas da situação em suas mãos e conhecem perfeitamente as pessoas que as cercam. Mas nem sempre isso é possível. Atitudes e comportamentos de outras pessoas, movidas pelos mais diferentes motivos, interferem diretamente nos relacionamentos humanos e no significado da própria vida. O pior é que os fatos podem estar sob seus narizes, mas elas não conseguem perceber. E pensam que são felizes, nesse cenário de mentiras que apenas camuflam a dor. É essa a situação de Beth, protagonista do novo romance de Eduardo França, Enfim a felicidade, lançamento da Editora Vida & Consciência. Beth é o porto seguro de sua família. Atenciosa, dedicada e muito prestativa, faz o possível para ver seus parentes felizes e em harmonia. Mas ela não enxerga muitas coisas, como a ganância de sua mãe, Donária, que quer sempre mais dinheiro para esnobar suas amigas. Ou o vício de seu irmão, Dênis, que desperdiça todas as suas economias em jogos e apostas. Não percebe quem é na verdade o seu próprio filho Gabriel, um jovem rebelde e cínico, que não mede as consequências de seus atos. Nem que sua filha Alessandra está cada vez mais distante do amor materno. E muito menos desconfia de seu marido Edson, que a trai e põe fim a um casamento de 25 anos. Depois de entender que só foi tirado de seu caminho aquilo que a infelicitava para ela aprender a se colocar em primeiro lugar, Beth percebe que a vida pode ser maravilhosa e que a felicidade é um estado que só ela pode criar, cultivando os valores da alma, superando esses obstáculos para encontrar, enfim, a verdadeira felicidade. Com uma trama bem elaborada e de leitura envolvente, Eduardo França narra os fatos a partir de perspectivas distintas, dando a oportunidade ao leitor de perceber a verdadeira índole de cada um dos personagens desse emocionante enredo.

Quantos livros já foram publicados na história moderna? (Curiosidade #4)




Quantos livros já foram publicados na história moderna? Segundo cálculos do Google, o número seria 130 milhões de livros, ou 129.864.880 para ser exato.

O gigante das buscas estimou o dado justamente para saber quantos livros precisa escanear a fim de tornar o Google Books a maior e mais completa biblioteca online.

Para chegar ao número, o Google usou definições de livros de diferentes órgãos, como o do ISBN (International Standard Book Numbers), da Biblioteca do Congresso Americano e do site de buscas de livros WorldCat.

Segundo post publicado no blog Inside Google Books, eles chegaram a definição de um “tome”, que pode ser definido como um volume ou livro grosso. Um “tome” pode possuir milhares de cópias, como um best-seller, ou apenas algumas cópias raras. Edições diferenciadas de uma mesma obra, como capa-dura e papel simples, foram contadas duas vezes.

O número inicial estimado foi de 210 milhões. O primeiro passo do Google foi remover esboços, gravações de áudio, mapas, vídeos com ISBNs, entre outros. Dessa forma, o número caiu para 146 milhões. Na sequência, a empresa removeu 16 milhões de documentos governamentais, chegando aos 129 milhões.
O Google finaliza o post dizendo que o número pode mudar, assim que o sistema de algoritmo que o calculou se tornar mais inteligente. A empresa não informa quando pretende concluir a tarefa.



Fonte: info online

Novidade Novo Conceito - Livros de Debbie Macomber inspiram série em canal Americano‏.




Protagonizada por Andie MacDowell, porta-voz internacional da marca L'Oreal Paris, e Dylan Neal, Cedar Cove estreará no canal americano Hallmark TV, em 2013. 

A série será ambientada na pequena cidade de Cedar Cove e retratará a vida da juíza Olivia Lockhart em meio aos seus amigos e familiares. No início, Olivia encontrará Jack Griffith, jornalista do Cedar Chronicle, e logo verá nele não somente um novo amigo, mas também um amor.

A juíza ficará radiante ao receber de seu grande amigo, o senador Pete Albertson, a notícia de que seu nome está sendo indicado para a nomeação de um juizado federal em Seattle. Diante disso, Olivia pede que sua família mantenha a notícia em segredo por um tempo. Mas ela mal pode prever que Jack Griffith, desesperado por uma notícia significativa, conversará com a mãe de Olivia que, inadvertidamente, dirá a Jack sobre tudo que se passa na vida de sua filha, incluindo a possível nomeação.

Do dia para noite, Olivia será notícia de primeira página. A partir daí, a trama seguirá relatando momentos que envolvem a família e toda a cidade, e como eles reagirão às mudanças na vida da juíza.

Como todos os romances de Debbie Macomber, este é cheio de valores e conflitos familiares, que vão se desenrolando de uma maneira encantadoramente descrita. Best-seller americana, Macomber já vendeu mais de 170 milhões de cópias de livros que embalam as pessoas que sentem saudades de uma vida em família.

O livro A Pousada Rose Harbor chega ao Brasil em março de 2013, pelas mãos da Editora Novo Conceito - mesmo período de estreia da série nos EUA.

Se é gostoso ler Debbie Macomber, imagina assistir ao seriado Cedar Cove!

Saiba mais de Cedar Cover clicando aqui (site em inglês).

Pra quem não sabe Debbie Macomber, nasceu em 22 de outubro de 1948, em Yakima, Washington autora de mais de 150 livros de romance e ficção feminina contemporânea.

Resenha: Eu, meu pai e os meus outros amores - Lilian Reis



  • Editora: Novo Século
  • Autora: Lilian Reis
  • Nota: 5/5

Eu, meu pai e os meus outros amores... Há coisas na vida que acontecem e a pessoa se revolta, fica com raiva de tudo e de todos, contudo, Jade teve que aprender da maneira mais dura, que o mundinho no qual ela vivia era fútil, uma imensa bola cheia de nada. Para Jade, tudo que importava era sua mãe, padrasto e amiga. O pai era um sonho inalcançável, uma figura por quem Jade nutria “sentimentos incompreensíveis”. Ela acreditava que aquela vida de badalações, academia de dança, luais, e festas eram tudo de bom, e para o qual valia a pena viver. O resto era descartável. Entretanto, Jade fora inserida “contra sua vontade”, em outro mundo. Um lugar completamente sem valor para ela. As pessoas pouco lhe interessavam e tampouco ela acreditava que eles se interessassem por ela. Para ela, uma garota da cidade grande, o que importava eram as coisas que ela podia fazer e a maneira como se divertia, e amava apenas essas pessoas que eram seu ”tudo”... Uma história cheia de emoções, conflitos, dúvidas e descobertas, que tem um enredo gostoso, uma linguagem jovem e engraçada. Prepare-se para conhecer o outro lado do mundo de Jade. Uma adolescente quase adulta, que se mostrou rebelde e marrenta. Será que Jade aprenderá com seus erros a ser uma pessoa melhor? O livro aborda vários temas importantes, dentre eles a primeira transa, a amizade, e os sentimentos de um modo geral. Contudo, a abordagem principal é o amor de Jade por seu pai. Um homem do interior, que conviveu com sua filha apenas nos primeiros anos de vida, mas que a marcou muito. Para ela, o pai foi seu herói, aquele que a acudia dos pesadelos e dos seus medos. Todavia, a imagem deixada por ele apagou-se pelo fato de ele não ser um pai presente. A vida de Jade deu outra guinada após uma tragédia, que a obrigou a viver outra realidade...

Amor a primeira página – sim, se existe amor a primeira vista, eu tive um amor a primeira página com esse livro – foi uma espécie de imprinting¹ desde o dia que a Lílian postou uma foto com uma frase desse livro no meu grupo no face, fiquei desesperada para ler.

Consegui que a Novo Século me enviasse para resenha e adivinha? Li em uma sentada, não consegui parar.

Após um terrível acidente, Jade – a protagonista – perde sua amada mãe e seu querido padrasto. E é obrigada a se mudar do Rio, para um interior em Minas Gerais, chamado Estrela do Campo, para morar com o pai, a madrasta e os filhos dela. Em outras palavras, a vida de Jade toma um rumo jamais imaginado.

Como de costume, a protagonista me deixou irritada várias vezes, Jade é uma menina muito mimada e cabeça dura, em vários momentos teve atitudes que eu discordei, como por exemplo, a maneira que ela lidava com todos os recentes acontecimentos, a forma como ela tratava seu pai – visivelmente infeliz por ter se mudado para o interior – até ai entendemos, afinal ela perdeu a mãe, mas depois de um tempo percebemos que ela quase não sofre mais pela perda – pra mim foi rápido demais – e ela passa apenas a odiar tudo que a rodeia. Porém no decorrer da trama, ela amadurece bastante, fazendo com que eu passasse a admirá-la.

Temos também os – lindos – filhos de Isolda, madrasta de Jade. Eduardo mais conhecido como Duke ou Du e Fred, fiquei imensamente encantada e envolvida com esses garotos, se a intenção da Lílian era me deixar apaixonada por personagens fictícios e proibidos, ela conseguiu.

Duke é um garoto encantador, carismático e imensamente lindo, apesar de que em muitos, Jade o comparava com Zac Efron, na minha imaginação ele não era nem um pouco parecido – ok isso não vem ao caso – e Fred em muitos momentos comparado com Ian Somerhalder me levou a loucura, todos estão cansados de saber que tenho uma queda enorme por esse lindo ator. Mas não foi isso que me deixou apaixonada pelos meninos, e sim a personalidade deles – claro que a aparência também – mas a forma como a Lílian traçou seus jeitos foi fascinante. Apesar de Fred, ter os traços do meu amor Ian, logo de cara quem me conquistou com seu jeitinho bobo e maroto foi o Eduardo, talvez pelo seu nome, afinal Eduardo é meu nome masculino favorito, desde sempre.

Voltando ao livro...
Afinal, fico nitidamente empolgada ao falar desses rapazes.

Bernardo é o pai de Jade, durante todo livro percebi o amor incondicional que ele tinha pela filha, tentando de todas as formas possíveis faze-la feliz, e era retribuído da forma mais grotesca possível, Jade o tratava muito mal, pois ela tinha uma grande magoa com relação à separação dos pais.

Vários pontos me fizeram ficar encantada com a trama, e um dos mais positivos foi o fato do livro abordar vários pontos de vistas. Pude saber um pouco mais sobre cada um dos personagens, cada um contava sobre seu ponto de vista determinada parte da história – quando chegou a vez do Duke, quase vomitei arco-íris – foi bem interessante.

O livro é um mix de várias sensações, horas eu ria com as trapalhadas de Jade e Duke, horas eu chorava com as dores de perder um ente querido, em vários momentos pude me colocar no lugar de Jade, e sofrer com ela, admito ter derramado uma ou duas – ou cem? – lágrimas no decorrer do livro. Tudo é muito intenso.

Não temos grandes acontecimentos, como clãs de vampiros, ataques apocalípticos, híbridos querendo controlar a terra, nem nada do gênero. Nesse livro temos uma história suave, diria até angelical, algo mais natural. Uma história que acontece no nosso dia a dia, então não espere que algo de surreal aconteça. Mas sem dúvidas um livro que indico a todos que gostam de fugir da sua rotina, que gostariam de relaxar e aproveitar um bom livro.

Um romance regado por humor, superação e amor incondicional. Aprendi muito com o livro, ele nos trás uma boa questão a ser debatida: “A Família”. Será que estamos dando valor a nossa? Devemos repensar, pois nada é para sempre. Portando seja corajoso, fale o que sente, deixe que seus sentimentos falem por si, ame incondicionalmente e acima de tudo, dê valor a sua família, pois ela é tudo que nós temos. Vamos dar valor ao que temos agora, pois amanhã pode ser tarde demais.

Você vai vivendo e de repente “Puf” – Horacio Slughorn


¹- Imprinting é mais uma das particularidades dos lobisomens na série Crepúsculo. É mais ou menos como um feitiço em que o lobisomem e o objeto da impressão se apaixonam perdidamente um pelo outro. 

Novas Parcerias - Jean Postai

Olá leitores, como estão? O PL com muito orgulho conseguiu parceria com o querido Jean Postai, vamos conhecer mais sobre ele e seu livro?

Jean Postai iniciou sua carreira no mundo jurídico aos 14 anos, trabalhando como office-boy em um escritório de advocacia. Após, foi estagiário de Direito tanto em escritório de advocacia quanto no Tribunal de Justiça e bacharel, até tornar-se advogado, pós-graduado em Direito Civil pela PUC-PR. Atualmente, é sócio do escritório Souza Postai Advogados Associados, em Joinville, Santa Catarina. Além da advocacia, é apaixonado por viagens, razão pela qual já viajou para todos os continentes do planeta apenas com uma mochila nas costas, com exceção da Antártica (que não vai sossegar até conhecer).

Bem legal né? Jean é mochileiro e aventureiro *-*  

Quando começa o direito à vida?Essa pergunta fica quase impossível de ser respondida quando o médico Arthur Galanidel é preso por supostamente realizar abortos ilegais em sua clínica, inclusive em uma menor de idade. O advogado David é escalado para defender o caso, sofrendo a pressão da imprensa e da sociedade, que discutem se uma mulher tem ou não o direito de abortar e se o médico é ou não um criminoso. Será que David conseguirá convencer os jurados a inocentar o médico? Em quais situações é permitido a uma mãe optar por dar ou não à vida a seu filho? Neste emocionante thriller jurídico, as perseguições, tramas e provas são misturadas a todo momento, criando um romance fantástico, de tirar o fôlego. Tudo isso para, no final das contas, o caso ser julgado por sete jurados que decidirão onde começa e até onde vai o mais fundamental dos direitos: o direito à vida.

Estou louca para ler esse livro, aborda um tema bem diferente do de costume, e bem polemico também, portanto aguardem que breve tera resenha. Qualquer dúvida sobre o livro, acessem as redes sociais do autor:


E confiram também o booktrailler :D


Novas Parcerias - Beatriz Cortes

Olá meus amores, como você estão? O PL firmou parceria com uma grande autora, Beatriz Cortes. Vamos saber mais sobre a autora e sua obra?
Come here \o



Beatriz Cortes, é uma jovem de 18 anos, estudante de Psicologia, bailarina e Cristã, com uma fé inabalável em Deus e no amor. Nascida em Italva, uma cidade do interior do Rio de Janeiro, onde foi criada e vive atualmente. Sempre foi comunicativa, se destacava em matérias que exigiam capacidade e criatividade para escrever. Desde criança escrevia textos, contos, histórias e sonhava que as mesmas pudessem impactar as pessoas. Acredita que se todas as pessoas se apaixonassem pela leitura, se apaixonassem pelas palavras, o mundo se tornaria mais inteligênte, com menos desigualdade, menos preconceito.

"A leitura engrandece nossa alma. Nos enche de vitalidade. Nos enche de paz." (Beatriz Cortes)
Capa Não Oficial

"Amar é encontrar uma coragem dentro de si que nem se sabia que existia".
Luíza Bedim, uma jovem talentosa e cheia de sonhos, sofre uma grande decepção com a pessoa que ela mais ama. Depois desse período, passa a ser perseguida pelo medo e a dor profunda do que aconteceu. Sua vida muda totalmente e não consegue mais viver da forma que vivia antes. Luíza acredita que nunca mais será feliz, e vive alimentando-se de sua solidão interna. Anos depois do acontecido, ela conhece Arthur, um jogador de basquete novo em sua escola que chega chamando a atenção de todos. Ela o ignora totalmente no inicio, porém, é obrigada a passar uma hora de seu dia com ele. Entre muita confusão, brigas e discussões, Arthur mostra-se alguém que Luíza não esperava que ele fosse. Alguém capaz de fazer com que o outro lado de sua memória seja mudado. Descobre que só é possível encontrar a felicidade se for atrás dela. Em um romance divertido, complexo e cheio de mistério, você vai se apaixonar e sentir cada emoção vivida por Luíza em sua própria pele. Confira!

Os personagens:

Arthur Campos, Jovem rico , filho único e orgulhoso na maior parte do tempo. Recém chegado na escola de Luíza, faz amigos com facilidade e se destaca como capitão do time com rapidez. Tem uma família amorosa e bom relacionamento com os pais.

"Posso dizer que sou um pouco egocêntrico. E que, na maior parte da minha vida, pensei somente em mim. Mas agora é diferente. Sou sim um jogador de basquete. Mas não sou idiota, como ela diz. Acontece que, desde que coloquei os olhos nela, notei que havia algo por trás daquela arrogância toda e daquele mau humor. Enfim, não paro de pensar nela. E eu farei de tudo pra trazer de volta quem quer que ela tenha sido um dia, e que não morreu. Apenas adormece em sua memória."

(ARTHUR CAMPOS)

Luíza Bedim, Jovem estudante do último ano ensino médio. Teve uma perda irreparável em sua vida, e guarda um segredo o qual a torna solitária e insegura. Na maior parte do seu tempo se esconde atrás de livros ou confidencia com suas melhores amiga, Carol e Júlia.

"Sempre fui otimista. E por mais que tivesse alguns problemas, acreditava que não era o pior. Valorizava todos os momentos e sentia a essência de tudo. Hoje não sou mais assim. Perdi o que eu tinha de mais valioso: a vontade de viver. Depois de tudo que aconteceu não consigo pensar mais no futuro e não me vejo fazendo coisas que fazia antes. Perdi a vitalidade. Será que um dia serei capaz de recuperar quem eu fui no passado?"

(LUÍZA BEDIM)


BookTrailer *-*


O que acharam?
Para saber mais acesse as redes sociais da autora.

Lançamentos - Editora Belas Letras












Oi gente, tudo bom? Nossa que novidade mais linda trouxe pra vocês *-* Tico Santa Cruz - oh como o amo - está lançando um livro hot, afinal, virou moda livros assim não é? Então vamos aproveitar essa vibe toda e vamos curtir o livro do Tico.

Aproveitando que estamos falando do Tico ~suspira~ tem uma música bem legal do Detonautas que automaticamente liguei ao livro: " Eles querem só beijinho na boca, mas eu só quero devorar você. Eles querem namorar, mas eu só quero uma noite" e por ai vai. Enfim, vamos voltar a falar do livro.



"Esqueça a ordem poética da sedução neste livro de Tico Santa Cruz, vocalista do Detonautas Roque Clube. Porque os contos e poemas eróticos de Tesão conduzem o leitor a um mundo sem limites, sem preconceitos. A uma atmosfera enigmática que instiga a imaginação e desperta o desejo por uma aventura que entorpece o corpo. Carne, sexo, violência e força – o encontro de dois animais num confronto vital pela continuação da existência. O primitivo, o condenável, o que os outros não têm coragem de levar adiante por medo do pecado e do julgamento divino. Um prazer que assassinou a culpa, depois cuspiu o sangue no chão."

♪♫ Quando eu me perco é quando eu te encontro, quando eu me solto, seus olhos me veem, quando eu me iludo é quando eu te esqueço, quando eu te tenho, eu me sinto tão bem ♪♫

Ok gente, estou nitidamente empolgada com esse livro, tenho um amor platônico pelo Tico ♥ haha'



Todos precisamos ler esse livro, não deixem de conferir e comprar seu livro, garantindo seu autografo, ok não pirem.

Não deixem de curtir a Fan Page da Editora Belas Letras para ficarem ligados nas novidades.


Confiram um trecho do livro.


Que livro é esse? #2

Adivinhe, a partir de trechos retirados de resenhas, qual o livro abaixo.

Leitora Cleide do blog Palavras Aventureiras: "Cada personagem me fez refletir em muitas coisas. Parece que não é você que lê o livro, mas sim o livro que lê você, seus sonhos e seus desejos. De certa forma, é possível se identificar com cada um deles, pois eles mostram até onde somos capazes para seguirmos e vencermos os nossos medos. "

Leitora Gabi do blog Uma Pitada de Cultura: " Aventura e romance também fazem parte do livro. Eu adorei conhecer um pouco mais a cultura e os costumes dessa parte do Brasil. Esse é um livro que deveria ser lido por todos. Recomendo muito!"

Leitora Vanessa do blog Cantinho da Sorte e do Saber: "A estória traz, ainda, uma bem construída observação do psicológico de cada uma das personagens. É possível conhecer os seus medos e fraquezas, os seus ideais, os seus sonhos. Enfim, é possível penetrar na alma das personagens e desvendar os seus mais profundos sentimentos, de maneiro sutil e apaixonante."

Leitor Marcos Tavares do blog Capa e Título: "O romance da história também me prendeu bastante. Achei interessante a maneira como a autora o desenrolou e sobretudo o seu final."

Leitor Marco Antônio do blog Devorador de Letras: "Cada um deles, nesta narrativa envolvente, revelam personalidades e maneiras diferentes de ver o mundo, que enriquecem esta história em cada local por onde visitam."

Minha opinião sobre o livro: "Um história envolvente e prazerosa, onde o leitor mergulhará no vasto mundo Amazônico, conhecerá culturas e lugares diferentes, se apaixonará e se identificará com os personagens."


Quem já sabe de que livro estamos falando?

Tutorial: Colocando Caixa de Curtir no blog



Olá meus amores, tudo bom? Esse tutorial é pra quem tá começando no mundo da blogosfera e quer adicionar Gadgets que facilitem que os leitores acessem suas outras redes sociais.


Lembrando que você deve fazer um backup do seu template antes de começar a modificar o html, apenas por precaução.

Tatuagens Literárias #1

Olá gente, tudo bom?
Vi uma coluna bem legal no blog da Gabriela Amoroso: Uma Pitada de Cultura onde ela posta várias fotos de tatuagens literárias - obvio - então, sempre que eu tiver alguma coisa legal pra mostrar pra vocês, posto essa coluna. 
E quando vi essa coluna me apaixonei, afinal eu adoro tatuagens. Vamos conferi-las? 



O que acharam? Qual a que mais gostaram?

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO