Resenha de filme: O Retrato de Dorian Gray (2009)

Adaptação britânica do romance de mesmo nome do autor Oscar Wilde, estreou em 2009, dirigido por Olivia Parker, com Ben Barnes como Dorian Gray, Colin Firth como Lord Henry Wotton, Rebecca Hall como Emily Wotton, Fiona Shaw como Tia Petúnia Agatha.



Em "O Retrato de Dorian Gray (2009)", Dorian Gray é um jovem extremamente belo, e ingênuo, que se muda do interior da Inglaterra para Londres após receber uma grande herança. A alta sociedade londrina pressiona o rapaz, esperando atitudes e comportamentos que não lhe eram naturais até então. Basil, um aclamado pintor da época, se encanta com a beleza de Dorian, e se propõe à pintar um retrato dele, o famoso retrado que desencadeará toda a história.

Dorian se envolve com uma doce atriz, Sybil, e logo estão noivos e apaixonados, porém a influência de Wotton faz com que o jovem mude seu comportamento de tal maneira que Sybil não aguenta mais e comete suicídio. Dorian fica devastado ao saber, ainda mais quando descobre que ela estava grávida. Ele, então, perdido e perturbado, acaba sendo atraído pela vida luxuriante, pelas festas, drogas, orgias... 


O retrado feito por Basil, tornou Dorian imortal, ele jamais envelhecerá, assim não perdendo sua beleza jovial. Este é o ponto central do livro, que acaba se perdendo um pouco no filme.


O filme foi bastante criticado por não ser fiel à obra de Oscar Wilde. Tob Finley, que escreveu o roteiro do filme, modificou profundamente a história, até criando personagens inexistentes, caracterizando-a como uma releitura, uma adaptação na tentativa de apresentar o clássico à um público diferente.


Algumas características de Wilde permanecem na adaptação: a ironia, a crítica, as frases afiadas.

No geral o filme me agradou, Colin Firth foi muito bom, e o Príncipe Caspian Ben Barnes lindo também foi uma boa escolha. Não vejo com maus olhos a adaptação da obra de Wilde, achei uma maneira bem pensada de atrair o público jovem para clássicos como esse, que critica a ditadura da aparência em uma sociedade que vivia de aparências, e ainda até hoje é algo considerado extremanente importante.



Curiosidade:
Essa foi a 16ª adaptação cinematográfica do livro. As anteriores foram: Dorian Gray Portrait (1910),The Picture of Dorian Gray (1913), Portret Doryana Greya (1915), The Picture of Dorian Gray (1916), Das Bildnis des Dorian Gray (1917), Az Élet Királya (1918), O Retrato de Dorian Gray (1945), Dorian Gray (1970),The Picture of Dorian Gray (1973), The Portrait of Dorian Gray (1974), A Nudez de Hollywood (1978), The Sins of Dorian Gray (1983), Dorian Gray - Pacto com o Diabo (2001), The Seven Deadly Sins: Gluttony(2001), The Picture of Dorian Gray (2004) e Dorian (2005).



Love always,

Francielle

11 comentários:

  1. Oie :)

    Adorei a resenha :D nossa 16 adaptação nossa !! , acho que vou comprar esse livro em breve porque estou querendo muito lê-lo , beijos !

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Acho que eu gostaria desse filme apesar de não seguir o livro de Goethe que é maravilhosoooo. Hahaha Coincidência, comecei a ler o livro do Dorian hoje, ai abro o blogger e vejo sua resenha nos feeds, fiquei super curiosa para ler rsrs. ótima resenha.

    Beijos.

    http://loucurasedevaneiosbyliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A maioria dos filmes não tem muito a ver com os livros. Ainda não assisti a este filme, mas tenho vontade, gosto de ver as adaptações mesmo não sendo fiéis.
    Em questão de cinema, o Dorian faz um pontinha bem divertida em "A Liga Extraordinária", que não lembra muito a HQ, mas é legal também.

    http://sybilspage.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu não li esse livro, e na verdade não pretendo lê-lo. Apesar de não ser uma dos meus favoritos, eu gostei do filme, bem interessante.
    Muito louco ter tantas adaptações, só conhecia uma rsrsrs

    Bjinhos
    http://omarcapaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi,

    Parabéns Kéziah, sua resena do filme está ótima! Eu já assisti ao filme e adorei, daqui há algum tempo irei ler o livro, pois gostei bastante de O Retrato de Dorian Gray. Uma ótima escolha sua em fazer a resenha desse filme q todos deveiam, assistir.

    Bjs e Boas leituras!

    ResponderExcluir
  7. Acho que nunca assisti este filme. Não que eu me lembre. hehehehehee
    As imagens ficaram ótimas e a resenha também!
    Beijo
    Gabriel - Corações de Neve

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Sempre vejo esse livro no submarino e tenho uma curiosidade em lê-lo, nem sabia que já tinha tantas adaptações assim!
    Vou baixar um e ver, adorei resenha e o ator é bem lindinho rsrs..
    Parbéns pelo post!!

    Beijos
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kéh!
    Amei a escolha, porque adoro essa história. O livro é bem legal e o filme é perfeito, principalmente porque é feito com meu ator preferido - meu marido - Ben Barnes <3
    Parabéns pela indicação e a resenha também!

    Beijos,
    Le Lançanova
    Blog Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  10. Eu gostei, apesar de ter grandes efeitos, acho que a adaptação foi muito bom também me fez lembrar da marca nova série chamada PennyDreadful, uma história que lida com a origem de personagens literários clássicos como Dorian Gray e Dr. Frankenstein, a verdade é muito bom.

    ResponderExcluir
  11. Minha querida, quero parabeniza-la, inclusive pela organização do blog, ele é muito lindo. amei essas estrelinhas caindo, fantástico. beijos!!!

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO