Resenha de Filme: Somos Todos Diferentes


Informações Técnicas
Título no Brasil:  Somos Todos Diferentes / Como Estrelas Na Terra
Título Original:  Taare Zameen Par
País de Origem:  Índia
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 165 minutos
Ano de Lançamento:  2007
Direção:  Aamir Khan / Amole Gupte 








           Somos Todos Diferentes ou Como Estrelas na Terra foi o primeiro filme produzido em Bollywood que eu assisti e foi uma surpresa agradável. A história gira em torno de Ishaan, um garoto com cerca de 8 anos, que repetiu o terceiro ano (no sistema educacional indiano) e que na minha opinião mostra-se muito rebelde, desobediente, irresponsável e mimado pela mãe (resumindo: aquele tipo de moleque que tu tens vontade de esganar).                  Mas Ishaan tem seus motivos para ser assim, ele tem uma grande dificuldade para aprender os conteúdos escolares, uma vez que as letras e números parecem dançar na sua frente.
Incompreendido pelos pais, pelos professores da escola que frequenta e sofrendo por conta de seus problemas, ele acaba tendo que estudar em um colégio interno, cujo objetivo é “domar os cavalos mais selvagens”. Nesta escola, Ishaan sofre com a falta de sua família, com o ambiente totalmente novo e rígido ao qual ele passa a viver e acaba perdendo a única coisa que ele era realmente bom: a arte.
             Mesmo com seus problemas, Ishaan sempre foi um ótimo artista e usava as pinturas como válvula de escape, mas isso acaba com a chegada desta nova realidade e é aí que a situação se complica. O menino, de apenas 8 anos, se vê sozinho no mundo, uma vez que todos possuem uma opinião errada sobre ele e começa a desenvolver um perigoso quadro de depressão.
                Eis que as coisas iniciam uma mudança positiva com a chegada de um professor substituto de artes, Ram Shankar Nikumb (que é o Aamir Khan, o cara tanto dirige quanto atua no filme, e não é por nada não, mas ô indiano gostoso!), que carrega toda uma energia diferente daquela existente no colégio. Ele rapidamente torna-se o professor favorito dos alunos por conta de sua animação e seu jeito especial de ensinar, mas toda essa animação não parece contagiar o jovem Ishaan que até alguns meses antes era apaixonado pela arte.
Nikumb (abreviei por motivos óbvios), percebe que Ishaan tem algo de diferente e se esforça para compreendê-lo e incentivá-lo aos estudos. É ele o primeiro a descobrir que o garoto não é tão rebelde e desleixado assim, mas que sofre de um transtorno grave de dislexia que lhe impossibilita de aprender os conteúdos através dos métodos normais.


             A lição que aprendemos com o filme é de suma importância, uma vez que sempre houve aquela generalização nos sistemas de ensino, mas não é bem assim. Cada criança tem sua maneira diferente de aprender, de lidar com as situações e só porque ela não se adapta de alguma forma com o jeito convencional, não significa que ela deva ser esquecida e deixada de lado.
Nikumb é um professor maravilhoso, que entende os problemas de Ishaan e o ajuda a conviver com sua dislexia, aos poucos, Ishaan vai percebendo que sua diferença não é algo ruim e logo se torna um aluno como qualquer outro na escola. Suas notas aumentam, os professores começam a elogiá-lo e seus pais finalmente compreendem que o filho é perfeito da maneira que ele é.
             Somos Todos Diferentes é o tipo de filme que todo mundo deveria ver um dia, trata de variadas questões, entre elas do sistema educacional e dos valores familiares, além do modo como mais tarde as pessoas se inserem na sociedade. É um filme muito bem feito, com ótimos atores e com uma trilha sonora impecável. Recomendo!



18 comentários:

  1. Preciso ver esse filme, adorei a dica e resenha.
    Nossa, coo deve ser lindo.Fora que amo tudo que se relaciona com a Índia, inclusive filmes.
    Beijinhos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  2. Oi Keh, tuudo bem?
    Já assisti à alguns filmes indianos, e o que mais gostei foi I hate luv story, um romance bem fofinho e engraçado. Esse eu não conhecia, mas me interessei. Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Eu não curti tanto o filme.
    Apesar de parecer ser bom, não me interessou muito.

    ResponderExcluir
  4. Muito legal isso de o diretor ser um personagem também.
    Ainda não vi o filme, mas gostei da história e pretendo assisti-lo.

    ResponderExcluir
  5. Realmente, pela resenha já da pra entender o título da história, então acho que ela deve passar tudo o que quer mesmo.
    Deve ser um linda história :)

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o filme, mas depois que li sua resenha eu preciso urgentemente ver!
    Parabéns gostei bastante!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Adorei a dica, nunca tinha ouvido falar do filme, quase não vejo filmes indianos, são um pouco apagados devido a quantidade dos americanos e suas divulgações em tudo quanto é canto. O filme parece ser grandioso, com uma mensagem a se considerar. Muito lindo!

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  8. Nossa Madi que dica perfeita, até anotei aqui, pq não conhecia o filme e vou procurá-lo, pq talvez sirva direitinho para passar pros meus alunos.
    Vou com toda certeza fazer esta pesquisa o mais rápido possível.
    Mas acredito que dê sim, pq pela sua resenha ficou bem clara a abordagem do filme e eu achei que se encaixa perfeitamente pros meus alunos.
    Tenho uma classe que há um menino autista e outras duas que tenho alunos que não sabem ler e escrever, então vai cair como uma luva.
    Amei! Bjokas

    www.lerepensar.com

    ResponderExcluir
  9. Bacana o filme.
    Nunca vi mas fiquei com vontade.
    Depois que descobri essa doença, eu achei ela interessante, mas não conheço ninguém que a tenha e nunca parei pra pensar como seria ela na escola.
    Esse filme com certeza me daria uma ideia. Dica anotada.

    ResponderExcluir
  10. É um ótimo filme!!! =)

    ResponderExcluir
  11. Um Otimo filme , recomendo a todos .. principalmente a papais e mamaes, pois precisamos saber como educar nossos filhos, lindo exemplo de amor do professor e superação do aluno .. as vezes precisamos de elementos externos porque os internos nao nos compreende . Otima História chorei demais :D

    ResponderExcluir
  12. Quem postou esse resumo, também tem muitos problemas, inclusive a TARA, assistir um filme dessa envergadura e notar que o ator é gostoso...

    ResponderExcluir
  13. A resenha tem que melhorar né querida

    ResponderExcluir
  14. Eu conheço esse filme, já assisti algumas vezes, realmente, a trama é muito emocionante, ele é ótimo para professores e pais. Gostei da resenha, me ajudou a fazer um trabalho.

    ResponderExcluir
  15. Um ótimo filme, gostei muito, me emocionei, assisti para fazer um trabalho mas vou levar essa experiência pra vida toda

    ResponderExcluir
  16. Um ótimo filme, gostei muito, me emocionei, assisti para fazer um trabalho mas vou levar essa experiência pra vida toda

    ResponderExcluir
  17. Sou integrante de um projeto de cursos de licenciatura e fomos instruídos a ler e ver vários títulos que diz respeito a educação, etc ... Foi de extrema importância para abrir meus olhos por situações rotineiras que de tão negada parece não existir ...

    ResponderExcluir
  18. Filme emocionante amei e chorei mt...

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO