Resenha: O Julgamento de Gabriel - Sylvain Reynard


  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 384
  • Nota: 
  • Skoob

Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Apesar dos comentários alucinantes sobre esse livro, e de quanto o Gabriel é maravilhoso, eu preferi o primeiro. Não por causa do Gabriel, muito pelo contrário, ele continua maravilhoso, cuidadoso, um romântico incorrigível. O que me deprimiu durante muitas páginas foi a Julia. Calma, não precisa me degolar por isso, eu gostei do livro, mas durante várias partes eu queria poder matar essa protagonista. O romance entre os dois é super fofo, mas Julia é tão insegura que acaba prejudicando o relacionamento deles com seus dramas.

Gabriel a idealiza e faz de tudo para que ela se sinta a melhor mulher do mundo, dá mil provas que a ama, e que a acha sexy da sua forma, que só tem olhos para ela. Mas, ela tem um grande problema de auto-estima que dá nos nervos.

O romance presente nesse livro é mais intenso do que no primeiro, e isso também foi um ponto negativo para a leitura, em minha opinião não precisamos ler mil cenas de amor com mil e uma declarações a toda hora, já estamos cientes que eles se amam. Como falei, o Gabriel idealiza muito a Julia e acaba a venerando demasiadamente. A autora pecou nesse livro, parece que em suma faltou história e ela simplesmente preencheu as lacunas com cenas de sexo e detalhes desnecessários. Focou demais no romance – muito mesmo – e acabou esquecendo que explorar diversos pontos necessários para que a história se tornasse mais proveitosa.

Outra coisa que me desestimulou muito foi o fato da Julia estar regredindo na história, eu realmente esperava que nesse livro ela estivesse mais madura, mais segura de si. Mas a autora simplesmente jogou na nossa cara uma protagonista insuportável, indecisa e insegura. Tudo que eu mais odeio em uma personagem principal.

O que mais me preocupa é saber que teremos um terceiro livro, e fico pensando, o que sustentará essa história? Bom, só esperando a continuação para saber.

Realmente esperava um livro melhor do que o primeiro, mas o que encontrei foi algo desnecessário, me perdoe os fãs, mas tenho medo do rumo que a autora está dando para uma história que aparentemente tinha tudo para dar certo.

18 comentários:

  1. Ah...decepção define. Keh, sabes minha opinião sobre o primeiro livro mas eu realmente esperava tirar algum proveito desse segundo.
    Definitivamente continuará na minha lista de leitura, contudo, não será prioridade.
    Concordo com você em relação a cenas exageradas de romantismo...tudo que é demais enjoa.
    Enfim, gostei de sua resenha.

    Beijos da doida da Mah

    ResponderExcluir
  2. Fiquei apaixonado por O Inferno de Gabriel, mas a meu ver a Julia sempre foi o ponto fraco na história. Que personagem chata. Só gostei dela quando ela parece se dar conta de que precisa agir e joga indiretas ao Gabs (olha a intimidade - não que eu queira alguma com ele KKKKK), mas isso no primeiro livro. Preciso me aventurar nessa continuação e vamos ver o que acharei. - Felipe (A Hora do Livro).

    ResponderExcluir
  3. interessante sua resenha, todo mundo q eu li falou q esse foi perfeito
    mas ja to sabendo que tenho q ficar de olho xp
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Oi Kéziah!

    Não li o primeiro livro, mas sua resenha não me animou a começar. Só sua descrição da personagem principal já me irritou. Não tenho nada contra cenas de sexo desde que tenha um contexto. Gostei muito da sua opinião.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. esse livro não me despertou interesse, não sei pq... acho que é pq nnão curto o nome Gabriel kkkkkkkk
    sério, ele não seria um dos que eu me empolgaria pra comprar... protagonistas assim tbm me dão nos nervos...

    bjs

    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acredita que comprei o primeiro e o segundo ONTEM? Estou super curiosa para ler!

    Beijos!

    curtindo e seguindo o blog!

    www.pontoemcomum.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. A Julia sempre me deu nos nervos, desde o primeiro livro. Ainda não li esse, mas a culpa foi totalmente dela. Já a achava muito decadente bem antes. hehehehe
    Vou esperar vc ler o terceiro e me dizer como fecha essa trilogia. Só ai vou me preocupar em ler o segundo.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi amigaaa!
    Não li o primeiro livro da série, mas confesso que ADOREI saber que o segundo vem com um recheio enorme de romance. Porque eu ADORO EU ME AMARROOO! kkkkkkkkkk Enfim...
    Acho super chato essas protagonistas que não se garantem das coisas, as vezes esses medos delas enchem as paciências!!!
    Mas me interessei, vou tentar ler o 1 em breve.

    Beijãooo,
    Jéssica
    http://www.bestherapy.net/

    ResponderExcluir
  10. Querida!

    Eu estava doida para ler a série, mas confesso que fiquei desanimada depois da sua resenha! Estou na dúvida se começo ou não!

    Super beijo!

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  11. Oi Kéh Sedutora!
    Olha, eu já não estava animado para ler, o que dirá agora!
    Sinceramente, eu já havia percebido tais características da protagonista desde o primeiro livro. Ela é demasiadamente irritante. E o Gabriel passou uma sensação de surrealidade para mim durante quase todo o livro.
    Acredito que esse livro esteja bem mais tedioso com essas cenas românticas desnecessárias. Acredito que realmente não gostarei.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Kézia.
    Bom eu não acompanho essa série, porque a proposta dele não chamou muito a minha atenção.
    E pelo que li aqui ele deixa a desejar em vários pontos. Não é uma leitura que eu pretendo fazer tão cedo.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  13. Lendo sua resenha me lembrei exatamente de todos os momentos em que eu quis assassinar a Julia também.
    Você usou poucas palavras mas falou tudo, tomara que o terceiro livro seja pra arrebentar a boca do balão, porque essa história é linda e não pode se perder. Espero que Julia amadureça.
    Beijos Kéziah, ótima resenha.
    Viviane
    Razão e Resenhas

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2013/09/resenha-lenny-cyrus-o-supervirus-joe.html#more

    ResponderExcluir
  14. Oi Kezia não li nenhum dos dois rsrsrs não sei não me desperta a vontade de ler... talvez um dia quem sabe... e se você ficou com receio sobre o terceiro vixe!!! Deve ser mesmo complicado... Mas quem sabe a autora não surpreenda??? rs Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Hey!!
    Olha eu adorei o primeiro e segundo também, no primeiro lviro a Julia é mais determinada, no segundo achei que ela forte diante de seu passado, mas tirando isso nada mudou! Ao contrário de Gabriel, sempre romântico, fazendo de tudo para agrada-la! Estou ansiosa pelo terceiro livro e também tenho um certo receio pelo rumo que a história irá tomar!!

    Beijos,
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Segunda resenha que leio sobre esse livro que diz que não gostou e que poderia ter tido outro rumo o segundo livro da série.
    Eu não li nenhum deles, mas sinceramente fico até com um pé atrás de começar a ler.

    ResponderExcluir
  17. não nenhum dos dois livros, então fico meio fora de contexto quando falar do livro. Só espero não me arrepender tanto quando for ler algum dia.

    ResponderExcluir
  18. Esse é o problema com as séries, ultimamente, volumes desnecessários...
    Não tenho interesse, :\

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO