Resenha: Men Repeller (Repelente de Homem) - Leandra Medine



Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza). Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.


Comecei a leitura despretensiosamente, simplesmente resolvi pegá-lo da estante e dar uma chance a esse livro de nome sugestivamente engraçado. Acontece que eu me decepcionei mesmo sem ter criado grandes expectativas. A verdade é que eu não gostei nadinha do livro, conforme as páginas iam passando eu ia sofrendo, pois queria mesmo que ele acabasse.

O livro é meio que uma “autobiografia” da Leandra Medine – disse meio que, pois nem eu sei bem do que se trata realmente o livro. Ao meu ponto de vista, o livro tem muita coisa maçante, que não são tão agradáveis de ler. Creio que o ponto principal do livro, o foco era ser engraçado. Mas, confesso... Algumas partes foram mesmo engraçadas, outras... Digamos que a autora me passou a sensação de “Vamos forçar a barra para parecer realmente cômica essa situação”. “Eu quero mesmo que todos achem graça disso aqui”. “Minha vida é uma piada”. Ok, todos nós passamos por situações engraçadas/constrangedoras. Mas, a autora tentou sem dúvidas enaltecer isso.

Leandra nos conta seus momentos cômicos, e principalmente seu gosto esquisito em se vestir, suas meias estranhas, suas roupas largas, e mais um monte de coisa que realmente estranha. Por esse motivo ela se intitulava como “Repelente de homem”, pois devido ao seu comportamento inusitado, nenhum menino se aproximava dela, fazendo com que o seu ritmo amoroso fosse bem mais devagar que de suas amigas. 

O livro tem algumas ilustrações de fotos da Leandra – que são apresentadas conforme o fato narrado. Essas fotos foram às coisas mais engraçadas. 

Dei duas estrelas única e exclusivamente, pois tenho em vista que esse livro pode ajudar algumas meninas que se preocupam demais com que os outros pensam, aquelas que vivem de estereótipos, e Man Repeller pode te fazer repensar sobre o que é viver para si mesma, sem medo do que vão falar, vestir-se do jeito que te agrada e etc. 

Como nem tudo que é ruim pra mim, é ruim pra você. Quem quiser uma leitura que não vai mudar a sua vida – depende do ponto de vista também, mas que pode sim te fazer dar umas risadas. Vá em frente! 


17 comentários:

  1. Primeiro, amo vir ao seu blog por causa do cursor que cai brilho, fico brincando hahahahahah mas agora sério, gostei da sua resenha e não tenho muita certeza se vou gostar de ler esse tipo de livro. A capa é uma fofura!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Só pelo fato de ter partes engraçadas já me chamou atenção , entra na lista de leitura . Sua resenha foi ótima . Adoro livros engraçados , porém tem que ter coerência até nisso .

    beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  3. Nossa amiga, que terrível foi ler esse livro, detesto me decepcionar com leituras então vou passar longe dele.
    Adorei sua opinião sincera.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oláaa!
    Ainda não li o livro e não estou com expectativa alguma. Acredito que o livro seja uma mistura de autobiografia com autoajuda... não se algo bom pode sair daí. hahah
    Eu também imaginei que o livro fosse engraçado e bastante leve (ideal para curar aquela ressaca literária, né?!, mas humor forçado não dá, né?!

    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, fiquei surpresa com sua opinião. Mandei esse livro pra minha colunista e ela disse que está amando a leitura! Acho que eu também não iria gostar, prefiro livros de ficção.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  6. Eu quando vi esse livro, fiquei interessada, achei a capa bem legalzinha, mas até hoje eu não tinha lido nada sobre a história, acho que a mesma deve ser bem interessante, talvez não tenha te conquistado tanto, mas venha a conquistar outras pessoas, pois pelo o que você falou o livro é bacana, acredito que ele ajudaria muitas meninas.

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  7. Oie flor!
    Eu tô com esse livro aqui para ler, mas também não vou começar a ler com expectativa.. por tudo que você falou até meio que desanimei, porque a capa do livro é tão bonitinha,mas só lendo mesmo para tirar minhas conclusões.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  8. Jura amiga?! Quando vi essa capa vim certa de que você deveria ter amado o livro! E é uma pena que não tenha sido bem assim... Mas a capa é linda né?! E o nome seria bem sugestivo para uma boa história. Pena!

    Beijos,

    Marcelle
    www.bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu não curti a proposta do livro, desde o momento em que li a sinopse, no lançamento.
    Livros de não-ficção não são muito a minha praia. Achei bacana o livro trazer algumas ilustrações. Sempre acho que esse fato poderia ser melhor explorado pelas editoras.
    Bem, acho que o livro vai se manter fora da minha lista de desejados rs

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  10. Olá...tudo bem???
    Eu já não tinha me interessado nem pela capa, nem pelo título e nem a sinopse lendo a sua resenha só tive certeza de que realmente não é um livro que eu leria... porque a proposta não é tentadora e nem instigante... já não curto muito o tema... Xero!!!

    ResponderExcluir
  11. Ainda não consegui me convencer a ler esse livro, acho que agora isso se tornou missão completamente impossível... Sinceramente, morro de preguiça de pessoas que acham que têm que ser extremamente engraçadas pra chamar a atenção e forçam a barra pra isso. Estou sofrendo com minha leitura atual também, a gente querer que um livro acabe só pra ficar livre dele é horrível. Pelo menos você conseguiu ver esse lado, do livro poder ajudar garotas que se preocupam demais com o que os outros pensam, já é alguma coisa.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi Keziah, tudo bem?
    Que pena que o livro não lhe agradou. Eu já tinha lido a sinopse quando foi lançado e percebido que não era o meu estilo de leitura. Mas ainda assim, pensei que seria divertido. Mas como falou, pelo menos a mensagem é legal, acho muito importante as pessoas se aceitarem do jeito que são e não mudarem isso.
    beijinhos.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Kéziah,

    Cara, um livro que a autora força a barra para parecer cômico e em parte dele não consegue, é complicado. Se é um registro biográfico que seja, se é um romance que seja, talvez a autora tenha errado a mão ao tentar fazer algo que não estava ao alcance dela.
    Bom, vou levar em conta sua opinião, não conhecia o livro, quando li a sinopse não me motivou muito e a sua resenha só confirmou isso.

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Linda, tudo bem?
    Primeiramente tenho que confessar que gostei bastante da sua resenha, mas o livro também não me chamou muita atenção para ler não. Quando recebi da Editora eu até dei umas folheadas, mas eu acabei nem pegando para ler. Espero poder ler para poder saber como irei reagir após terminar a leitura. Gostei muito do seu ponto de vista e queria muito te parabenizar pelo seu blog, pois achei lindo, principalmente adorei o seu conteudo =] Espero passar mais vezes aqui para ver suas resenhas.

    Se cuida linda...Já estou te seguindo tá? Poderia me seguir também?
    lovereadmybooks.blogspot.com.br
    beijinhos


    obs: Só uma coisa, vc por acaso sabe de livros chick-lit que vc poderia me indicar para leitura? Estou precisando ultimamente de livros leves sabe? Se vc tiver alguma ideia poderia me dizer? =]

    ResponderExcluir
  15. Oi Ké!
    Uma pena que não gostou da obra e achou forçada as situações que era para ser engraçadas! Eu não me interessei pela obra! Mas achei legal a temática das meninas que se importam muito com a opinião dos outros!
    Um grande Beijo!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu gostei muito da capa, mas só pela sinopse já vi que não vou curtir, acho que só leria se admirasse demais a Leandra como fashion icon, mas como não é o caso acho que vou acabar passando a leitura
    Beijos,

    Amanda
    Divã Literário

    ResponderExcluir
  17. Não fiquei interessada em ler esse livro. Nada contra a blogueira ou sua vida, mas é que achei meio blá a proposta dele, pelo menos para mim. Realmente, tem gente que ta amando, o que só prova que todo mundo tem ler pra ter a sua opinião.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir

Sua opinião é de extrema importância.
Sinta-se a vontade para deixar sua sugestão, crítica, dúvida, opinião, etc.
Mas lembre-se, seja educado com seus comentários e dispense palavras de baixo calão, pornografias e qualquer outro tipo de preconceito.
Deixe o link do seu blog ou qualquer outro tipo de contato para que eu possa retribuir sua visita.

Obrigada pela visita, volte sempre que puder.
Beijos!

Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO