Resenha: Vitamin - Keiko Suenobu (Mangá)

Sawako, uma estudante de 15 anos, levava uma vida escolar como muitas outras, sem maiores problemas. Até que certo dia, ela é flagrada com o namorado numa sala de aula por um colega de classe, e isso transformará a vida dela no verdadeiro inferno que é sofrer bullying! As amigas de ontem, são as vilãs de hoje... Qual é a "vitamina" necessária para ela suportar a dor e desespero de ser maltratada pelos próprios colegas de escola?
Ano: 2015 / Páginas: 208
Nota: 5/5
Skoob
Idioma: português 
Editora: JBC

Vitamin, volume único da autora Keiko Suenobu. O mangá me surpreendeu positivamente, confesso que não esperava muito da leitura, mas acabei lendo em pouquíssimo tempo, pois precisava saber o que iria acontecer. 

Conhecemos a história de Sawako, uma estudante normal do ensino médio que tem sua vida virada de cabeça para baixo quando é flagrada transando com seu namorado em uma das salas de aula. Porém, o que deu para entender é que ela não queria fazer isso, e o namorado acabou obrigando-a (isso acontece duas vezes). Depois disso a vida dela vira um verdadeiro inferno, os alunos começam as brincadeiras de mau gosto mais pesadas que você possa imaginar, porém, essas brincadeiras começam de fato porque o namorado dela acaba negando envolvimento no fato, então ela é taxada de vagabunda para baixo. As cenas de bullying são carregadas de negatividade, você se sente na pele de Sawako, você vive esses momentos e humilhações que ela passa, você se emociona e se revolta com ela. 

Apesar de tentar se reerguer, Sawako acaba entrando em depressão e não quer mais ir ao colégio. O que resulta em um outro problema, dessa vez relacionado a sua mãe. A relação entre mãe e filha que é exposta no mangá é muito real e te faz refletir diversas situações do cotidiano, na verdade, o mangá inteiro tem essa pegada de te fazer pensar e repensar seus atos. As vezes falamos coisas pequenas que acabam machucando muito as pessoas, sejam nossos filhos, pais, irmãos... 

Sawako acaba assumindo a culpa de tudo, se fechando e jogando toda a culpa em cima dela mesma, e isso me deixou super angustiada. Queria pegar ela pelo ombro e sacudir dizendo: "Acorda menina, a culpa nunca foi tua". 

Acontecem diversas coisas que nos levam a um final que me deixou surpresa, tem uma mensagem muito bonita, e vai ao oposto do que normalmente as historias com bullying tão pesado levam, e eu achei isso fabuloso, a mensagem colocada é maravilhosa. Nós acabamos pensando qual é a nossa vitamina, o que nos faz sair do fundo do poço, o que nos ajuda a nos reerguer. 

Apenas uma ressalva, por se tratar de um mangá +18, acredito que ele acaba não cumprindo seu proposito, pois os que mais precisariam ler e aprender com ele seriam realmente as crianças e os adolescentes. Em suma, é uma ótima leitura.
Fonte: http://princesa-descolada-myla.blogspot.com/2013/03/paginacao-numerada.html#ixzz2j39CpByO